Pequenos produtores atingidos pela seca terão prioridade a crédito no BNDES

Os pequenos produtores atingidos pela seca, especialmente no semiárido nordestino, terão prioridade no acesso ao crédito de R$ 2 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberado pela Medida Provisória (MP) 561/12 para empresas, cooperativas e agricultores atingidos por desastres naturais desde 2010.

A mudança foi anunciada pelo relator da MP, deputado Hugo Motta (PMDB-PB). Segundo ele, ao dar prioridade de crédito para os agricultores afetados pela seca, o governo estará garantindo a manutenção da rentabilidade do semiárido nordestino. “O Brasil é um país agrário, portanto, quando o agricultor vai adquirir um empréstimo para manter o seu rebanho, a sua colheita, e garantir que a produção não será afetada pela seca, ele também está contribuindo para o crescimento do País”, defendeu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias