Penas pecuniárias: comarca de Parelhas destina R$ 63 mil a projetos sociais

Diversas instituições e projetos sociais executados na comarca de Parelhas e região foram beneficiadas com a destinação de recursos oriundos da aplicação de penas pecuniárias pelo Poder Judiciário. No último dia 31 de julho, a juíza da comarca, Ana Maria Marinho de Brito, realizou a entrega de alvarás de liberação dos valores para os beneficiários.

O montante é de R$ 63.099,57, arrecadados por meio do pagamento de penas pecuniárias referente aos depósitos de fianças do Juizado Especial Criminal e processos penais da Justiça Comum.

A aplicação de penas pecuniárias como medida punitiva em casos de delitos de menor potencial ofensivo vem sendo adotada pela comarca de Parelhas desde 2015. A cada ano, é observado o aumento nos valores destinados a entidades públicas e privadas que trabalham pelo bem-estar social, promovendo atividades de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Idolatria

Ausência percebida nas ações do governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria ontem em Caicó: – Do padre acusado de politiqueiro Ivanoff Pereira que

Leia Mais

Por um triz

Se depender dos votos dos servidores do Rio Grande do Norte (RN), o ex-governador Robinson Faria não vai ver “nem o azul” para se eleger

Leia Mais

Onde está a crise?

Quando abrimos o Diário Oficial dos Municípios do Rio Grande do Norte “FEMURN” e fazemos uma breve pesquisa em nomeações de cargos comissionados, passamos e

Leia Mais

O joio e o trigo

O governador Geraldo Alckmin está preocupado com as delações da Odebrecht. Nesta segunda (6), ele usou uma parábola bíblica ao comentar o que vem por

Leia Mais

Corpos que caem

O Itep-RN recolheu, em um ano e quatro meses, 14 corpos de suicidas na Ponte Newton Navarro. A maioria foi de homens de 19 a

Leia Mais

O “ovo” vai aumentar

A Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que sua “maior preocupação” hoje é o aumento no preço do ovo. Em entrevista ao Estadão publicada na

Leia Mais