Parlamentares que vão votar perdão de dívidas devem R$ 533 milhões

ADVE647 BSB - 13/07/2017 - CONGRESSO / VETOS E LDO - POLITICA - Sessão do Congresso Nacional presidida pelo presidente Eunicio Oliveira para tentar votar alguns vetos e a LDO no plenário da Câmara dos Deputados , em Brasilia. FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

Deputados e senadores que devem à União R$ 532,9 milhões serão os responsáveis por aprovar o texto do novo Refis – programa de parcelamento de débitos tributários e previdenciários concedido com descontos generosos de juros e multas. O governo enviou uma proposta ao Congresso, em janeiro, com a expectativa de arrecadar R$ 13,3 bilhões este ano, mas a medida foi alterada pelos parlamentares, derrubando a arrecadação para R$ 420 milhões. A nova versão pretende perdoar 73% da dívida a ser negociada.

Os dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), responsável pela gestão da dívida ativa, foram obtidos pelo Estadão/Broadcast por meio da Lei de Acesso à Informação. O valor inclui dívidas inscritas nos CPFs dos parlamentares, débitos nos quais eles são corresponsáveis ou fiadores e o endividamento de empresas das quais são sócios ou diretores.

2 respostas

  1. Será que o Brasil consegue chegar a 31/12/2018, ou antes estes FDP vão acabar com ele, é um ninho de ratos votando a favor deles próprios, agora ao trabalhador só fumo grosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias