Papai Noel: Câmara dá aumento a ministro e servidor

Em votações relâmpagos, a Câmara aprovou nove projetos que garantem reajustes de 5% em 2013 aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), aos procuradores do Ministério Público da União e aos servidores do Executivo e do Judiciário, de forma geral.

Além disso, os projetos preveem a criação de cerca de cerca de dez mil cargos no âmbito do Poder Executivo. As propostas mantiveram a posição do governo Dilma de dar um aumento de 15,8% em três etapas, ou seja, 5% cumulativos em 2013, 2014 e 2015. Com isso, o novo vencimento dos ministros do Supremo – que é o teto salarial do funcionalismo público federal – passará dos atuais R$ 26,7 mil para R$ R$ 28.059,29 a partir de 1º de janeiro de 2013; R$ 29.462,25 em 2014; R$ 30.935,36 em 2015.

Já os militares, dentro da proposta acordada, terão reajustes de 30%, divididos em três etapas. Ao todo, os reajustes deverão ter um impacto de R$ 13 bilhões em 2013, sendo R$ 10,8 bilhões apenas no Poder Executivo. As despesas com pessoal saltarão dos atuais R$ 203,4 bilhões para R$ 225,9 bilhões por causa dos reajustes no ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Gleisi recebeu R$ 500 mil. Anrra!

A delação dos executivos da Odebrecht caminha para a reta final e a Operação Lava-Jato avança nas investigações da lista de políticos que receberam dinheiro

Leia Mais

Ei, Vivaldo! Explica aê!!!!

Numa certa ocasião o deputado estadual Nelter Queiroz deu uma declaração taxando o deputado estadual Vivaldo Costa de “remédio vencido“. Parece que Nelter tinha razão.

Leia Mais