“Ou decidimos no voto contabilizado e auditado ou a gente se entrega”, diz Bolsonaro

Durante a abertura da 36ª Edição do APAS Show, em São Paulo (SP), nesta segunda-feira (16), o Presidente Jair Bolsonaro (PL) colocou novamente o processo eleitoral em dúvida e disse ser necessário o “voto auditável”.

“Agora tá trazendo mais gente, mais gente inclusive responsável pelo processo eleitoral. Que bateu na mesa: tá certo, o candidato que duvidar eu casso o registro e mando prender. Que por** é essa? Que Brasil é esse? Que democracia é essa?”, disse Bolsonaro.

“Ouvi o “nine” falando que eu vou perder a eleição e vão prender minha família toda. Tá achando que vai me intimidar dando recado? Ou nós decidimos no voto pra valer, contabilizado, auditado, ou a gente se entrega. E se se entregar, vocês vão levar 50 anos ou mais para voltar à situação que está hoje em dia”, complementou o presidente, se referindo ao ex-presidente Lula (PT), mas sem citar seu nome.

O presidente da República também teceu críticas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por ter rejeitado observações das Forças Armadas para as eleições 2022.

2 respostas

  1. Só a resistência dos vermes contra o voto impresso e auditável já mostra o medo da verdade e dos possíveis crimes eleitorais, QUEREMOS VOTO IMPRESSO E AUDITÁVEL SIM, não as fraude e pelos o s lixos que há décadas compõe a politicagem do Brasil só pode ser por desvio nas urnas , não acredito que tenhamos tantos idiotas e analfabetos políticos para eleger tanta maldade como temos, BOLSONARO VAI LIBERTAR E SALVAR O BRASILE DAS MÃOS SATÂNICA DESSA ESQUERDA MALDITA E DIABÓLICA, quero meu voto seguro e com contagem transparente

  2. Estão fraudando as pesquisas para justificar a fraude eleitoral.
    Mas vai dá rebuliço nisso….. alguma medida deverá ser implantada com eficiência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Sem previsão de pagamento

A greve dos servidores estaduais da saúde chegou ao 43º dia nesta quarta-feira, 20. De braços cruzados desde 5 de fevereiro, a categoria é uma

Leia Mais