Operação investiga repasses de consignados para o PMDB

A Operação Custo Brasil investiga supostos repasses para o PMDB de valores desviados de empréstimos consignados no âmbito do Ministério do Planejamento, gestão Paulo Bernardo, em 2010. Procuradores da República e a Polícia Federal investigam “parceiros” do esquema Consist – empresa de software que teria desviado R$ 102 milhões de consignados.

Nesta segunda-feira, 1, o Ministério Público Federal denunciou à Justiça 20 alvos da Custo Brasil, entre eles Paulo Bernardo, acusado de organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro.

Segundo o Estadão, a investigação não para aí. Os procuradores miram os parceiros da Consist, entre eles lobistas e intermediários que possuíam vínculos importantes com funcionários do Planejamento. Um dos parceiros é a empresa Consucred, que seria ligada ao PMDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Lula perde mais uma parada!

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) manteve o bloqueio de bens da falecida ex-primeira dama, Marisa Letícia Lula da Silva, que havia sido

Leia Mais

O choro é livre

Em nota, o ex-deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL) se pronunciou sobre a decisão do TSE que cassou o seu mandato. Diz um trecho: Desde o

Leia Mais