Operação candeeiro: Gutson está preso no Quartal da Polícia Militar

quartel

O advogado e ex-diretor administrativo do Idema, Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra, acusado pelo Ministério Público Estadual de ser o mentor do esquema que desviou R$ 19,3 milhões do Idema em menos de dois anos, está detido no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Tirol.

Segundo informações repassadas por uma fonte que acompanhou o desenrolar da Operação Candeeiro, o ex-diretor administrativo permaneceu calado enquanto os promotores de Defesa Patrimônio Público o faziam perguntas ontem após a prisão temporária decretada pela Justiça.

Gutson é filho da ex-procuradora geral da Assembleia Legislativa, Rita das Mercês Reinaldo, presa há quinze numa outra operação, a Dama de Espadas, está num local distinto do ocupado pelo ex-governador Fernando Freire, também custodiado no Quartel do Comando Geral. Como está numa Sala de Estado Maior, que é uma espécie de detenção destinada aos portadores de carteira da Ordem dos Advogados do Brasil, Gutson Reinaldo tem regalias como o recebimento de visitas sem dias específicos e alimentação encaminhada por parentes.

Por Marcelo Abdon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias