OAB/RN realiza Ato de Desagravo na Vara do Trabalho em Ceará-Mirim

00fcee273a54ec4992ad7370d487a215

“Não podemos aceitar  agressão e intimidação a advogado no exercício profissional. Estamos realizando este Ato de Desagravo hoje porque a empresa que que agrediu o advogado está em audiência neste momento aqui na Vara do Trabalho em Ceará-Mirim”, registrou a vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte no início do desagravo ao advogado Hugo Oliveira.

Na presença de conselheiros, advogados e servidores da justiça, Hugo Oliveira relatou que teve violadas prerrogativas, em janeiro de 2015, quando estava acompanhado do seu cliente, aguardando a audiência aprazada. Na ocasião, foi abordado pelo senhor Marconi Antônio Praxedes Barreto, integrante da outra parte, que tentou intimidá-lo no exercício da profissão com agressões verbais e físicas. “Na sociedade atual, não se admite mais o coronelismo. Temos que defender nossas prerrogativas e nesse contexto é de suma importância o papel que a OAB vem desenvolvendo, enaltecendo a figura do advogado perante sociedade na defesa da advocacia”, disse.

Em seguia, o conselheiro Franklin Eduardo da Câmara Santos leu nota de desagravo. “Não é admissível nos tempos modernos vivenciarmos um retrocesso da razão humana, pautado pelo uso da força e coação moral, de modo que a conduta do ofensor, sem qualquer dúvida, afigura-se ato nefasto e de lamentável selvageria, exigindo repúdio público e categórico”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias