O senador José Agripino bota quente em Cachoeira

Ciente da necessidade de uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) para investigar todas as denúncias envolvendo o contraventor Carlinhos Cachoeira, a oposição promoveu, nesta terça-feira (17), na Liderança do PSDB na Câmara, uma manifestação de apoio à assinatura do requerimento para a criação do colegiado.

 Durante o evento, deputados e senadores do Democratas, PSDB e PPS avisaram que, caso haja algum recuo dos parlamentares na abertura da CPMI – ou na condução dos trabalhos da comissão após aberta – não será por parte dos partidos oposicionistas.

 O líder do Democratas no Senado e presidente nacional da legenda, José Agripino (RN), ressaltou a necessidade de que a CPMI seja regida com equilíbrio de forças a fim de se garantir a isenção do processo.  “Essa CPMI deve ter ponto e contraponto para que o processo seja isento. Se a presidência ficar com o governo, a relatoria deve ficar com a oposição, ou o contrário. O governo pode até ter maioria, mas não vai ter condições políticas de ocultar evidências. Até porque com o trabalho da imprensa, a sociedade vai perceber possíveis manobras”, alertou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias

Dois canalhas!

Nem presta esse presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e muito menos o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. São dois canalhas.

Leia Mais