Mulher é indenizada em R$ 10 mil após encontrar camisinha em extrato de tomate

Uma consumidora gaúcha será indenizada em R$ 10 mil após encontrar uma camisinha aberta em uma lata de extrato de tomate. A decisão do caso, que aconteceu em 2002, só foi publicada pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) na última semana.

De acordo com relatos da mulher, ela havia preparado uma macarronada para a família e quando foi guardar o resto do molho de tomate, encontrou o preservativo no fundo da lata.

Chocada com a situação, a consumidora procurou uma universidade local, no interior do Rio Grande do Sul, para fazer análise do produto, além de contatar a empresa responsável pelo extrato. Sem acordo, decidiu acionar a Justiça.

A Unilever, dona da marca, recorreu da decisão de indenização do STJ em todas as instancias e tentou provar que não é responsável pela camisinha na lata, já que o processo de produção do molho seria todo automatizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Dilma e o diabo

Nas eleições de 2014, a ex-presidente Dilma (PT) fez o diabo para vencer o pleito. Terminou o processo eleitoral esfacelada. O impeachment pôs fim a

Leia Mais

Pra quê tirou?

O TSE mudou a decisão do TRE-RN, que cassou o mandato da prefeita de Água Nova, Rafaella Lima (PMDB), e devolveu o seu mandato. 

Leia Mais

“Vão trabalhar, vagabundos”!

Sindicalistas ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e ao MST, inconformados com a derrocada do PT após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e

Leia Mais