Ministro do STF diz não conhecer advogados ligados a facção criminosa

LewandowskiO ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, negou que tenha cogitado a contratação do advogado Tiago Marrara Matos, irmão de Maria Carolina Marrara de Matos, advogada de integrantes da maior facção criminosa de São Paulo. O ministro nega também que tenha sido alertado sobre os laços de parentesco de Matos com uma das advogadas da facção criminosa. Tiago Matos pediu emprego no gabinete de Lewandowski em 2010, mas não obteve sucesso na iniciativa.

“O ministro jamais foi alertado formal ou informalmente pela presidência do tribunal ou pelo Ministério Público paulista sobre eventuais ligações de pessoas que queriam emprego no gabinete com a advogada desta facção criminosa”, afirmou a’O Globo um dos principais assessores de Lewandowski.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias