Ministro da Saúde, Queiroga analisa permitir a vacinação de Covid na rede privada

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, nesta quinta-feira (14), que a aplicação de vacinas pela rede privada de saúde é algo “tradicional” no Brasil. O cardiologista disse que o governo analisa permitir a aplicação de imunizantes contra a Covid-19 no setor particular.

Segundo o ministro, a vacinação contra o coronavírus foi proibida na rede privada devido ao baixo número de vacinas disponíveis nos primeiros meses de imunização. “Se restringiu ao poder público. Agora, temos vacinas suficientes e essa legislação perde o objeto”, afirmou.

Atualmente, a Lei nº 14.125, de março de 2021, permite que empresas do setor privado comprem vacinas contra a Covid-19, desde que doem todas as doses ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde.

Para que as organizações possam aplicar as vacinas, seria preciso modificar a legislação, explica Queiroga. O ministro ressaltou que o Sistema Único de Saúde (SUS) tem vacinas suficientes para imunizar a população brasileira. Ele também avaliou a imunização pela rede particular como “tradicional”.

“Hoje temos vacinas disponíveis no SUS, não só pra Covid mas para outras doenças evitáveis por vacinas, inclusive estamos fazendo uma campanha muito grande pra conscientizar sobre a vacinação da gripe e do sarampo. A questão do setor privado poder aplicar vacinas é algo tradicional. Tem vacinas que não estão no PNI e a população pode ter acesso pelo setor privado”, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias