Maranhão confirma que processo contra Cunha deve se limitar à denúncia sobre contas no exterior

waldir_maranhao

O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, reafirmou nesta quarta-feira (25) que a representação contra o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, deve se limitar à denúncia de que faltou com a verdade ao dizer que não tinha contas no exterior.

“Tanto o parecer do relator como a defesa do representado devem limitar-se à única imputação considerada apta no parecer preliminar que admitiu o prosseguimento da representação, qual seja, a omissão intencional de informações relevantes ou prestação de informações falsas”, diz Maranhão.

A decisão de Maranhão foi proferida em questão de ordem apresentada pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS) no último dia 23. Na resposta, Maranhão esclarece que permanece em vigor uma decisão que tomou em 19 de abril, em questão de ordem apresentada anteriormente pelo mesmo deputado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias