Maia nega questão de ordem para abrandar pena de Cunha

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou hoje (12) a questão de ordem apresentada por aliados de Cunha para tentar votar um projeto de resolução no lugar do parecer do Conselho de Ética que pede a cassação do mandato do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A intenção era conseguir propor uma pena mais branda do que a perda de mandato.

Com a negação, o plenário votará o parecer aprovado no Conselho de Ética que pede a cassação do mandato do peemedebista. A iniciativa já havia sido anunciada antes pelos aliados de Cunha e se baseou em lacunas regimentais. Ao formular a questão, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) pediu que Maia declarasse expressamente que seria colocado em votação um projeto de resolução. Diferentemente do parecer, o projeto de resolução admite emendas, o que possibilitaria a apresentação de uma emenda propondo a suspensão do mandato de Cunha por seis meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias

Leleu e o carequinha de Bibi

O vereador Leleu não perdoou seu colega de PSB, Alex Dantas, pelo apoio dado ao presidente eleito da Câmara Municipal, Lobão Filho (PMDB) e soltou

Leia Mais