Justiça da França condena ex-presidente Sarkozy a 3 anos de prisão

cnn Justiça da França condena ex-presidente Sarkozy a 3 anos de prisão

Os juízes da França consideraram o ex-presidente Nicolas Sarkozy culpado por tentar subornar um juiz e usar a sua prerrogativa política para exercer tráfico de influência. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (1) e o condena a três anos de prisão, com dois anos de suspensão.

Sarkozy, que liderou a França de 2007 a 2012, negou qualquer irregularidade, dizendo que foi vítima de uma caça às bruxas por promotores financeiros que usaram meios excessivos para bisbilhotar seus negócios.

Aposentado da política, mas ainda influente entre os conservadores, Sarkozy tem 10 dias para apelar da decisão.

Ele é o segundo ex-presidente da França moderna, depois do falecido Jacques Chirac, a ser condenado por corrupção.

Os promotores convenceram os juízes de que Sarkozy se ofereceu para garantir um emprego com bos benefícios em Mônaco para o juiz Gilbert Azibert em troca de informações confidenciais sobre uma investigação sobre alegações de que ele havia aceitado pagamentos ilegais da herdeira do L’Oreal Liliane Bettencourt por sua campanha presidencial de 2007.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Odair: minha candidata é Mara Costa

O atual presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Caicó Odair Diniz desistiu de concorrer à reeleição da mesa diretora do Legislativo. Garantiu que vai apoiar Mara Costa

Leia Mais

O PT tem medo de Moraes

Deputados do PT e do PSOL, noticia o JOTA, entraram com representação na PGR contra a indicação de Alexandre de Moraes para o STF. Alegaram

Leia Mais

Sem plano B

O presidente Michel Temer disse, ontem, que o governo está implementando uma agenda de modernização no País para a qual, segundo ele, não há um

Leia Mais

Tem que manter isso, viu?

Em 2017, um gravador indiscreto quase derrubou o governo. O aparelhinho flagrou Michel Temer numa conversa para lá de imprópria com Joesley Batista, que já

Leia Mais