Jovem que acusou padre de abuso sexual teria mentido e escrito carta pedindo perdão

Padre-Jaildo-Souto-300x225Promessa de dinheiro fácil e influência de terceiros seriam os motivos para que um jovem tivesse feito uma falsa denúncia de abuso sexual contra o padre Jaildo Souto, que atuava em Pitimbu, no Litoral Sul paraibano. O suposto crime teria ocorrido em 2008, época em que o jovem, atualmente com 22 anos, era menor de idade. Em carta divulgada nesta segunda-feira (19), com assinatura do jovem, ele assume que mentiu e o padre seria inocente.

Na carta, o rapaz relata que de livre e espontânea vontade quer se corrigir no que disse na delegacia de Pitimbu e solicitar o encerramento do caso. “Fui motivado por políticos e advogados, que mim (sic) prometeram muito dinheiro. Não houve nada entre a gente (ele e o padre)”, contou o jovem em um dos trechos da carta.

Em outra parte da carta, o jovem pede perdão ao padre pelo sofrimento causado e se desculpa com outras pessoas.

“Eu sei que o caso trouxe sofrimento demais na vida do padre Jaildo e das pessoas próximas dele, do mesmo jeito acontece na minha vida, por isso peço perdão a todos que fiz sofrer”, afirmou o jovem.

Delegado confirma recebimento da carta

Em contato com o Portal Correio, o delegado Luciano Cavalcante, da Polícia Civil em Pitimbu, confirmou que recebeu a carta através de um amigo do jovem que acusava o padre do crime.

Segundo o delegado, a carta foi enviada ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) para que o material seja analisado e seja emitido um parecer sobre o caso.

“Recebemos uma cópia da carta através de um amigo do jovem que acusava o padre. O documento oficial, escrito pelo jovem, não nos foi apresentado. O amigo relata que o jovem tomou a decisão de contar a verdade já que estaria arrependido. Enviamos os papéis para o Ministério Público e estamos aguardando um posicionamento para dar prosseguimento ao caso”, disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, o amigo do jovem disse saber que a mãe do rapaz seria uma das pessoas responsáveis pela falsa denúncia contra o padre.

“O rapaz não colocou em depoimento, mas disse que a mãe do jovem é uma das pessoas que o influenciaram a denunciar o padre. Além dela, políticos e outras pessoas estariam envolvidos, já que o padre tinha atuação dentro da comunidade e essas pessoas que teriam motivado a falsa denúncia estariam interessadas em afastar o padre de Pitimbu para “facilitar”o acesso com a população”, contou o delegado.

Do Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias

Caicó sem médicos do SAMU

Chega ao blogue do Xerife a informação que não tem médicos na escala do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), em Caicó (RN). Tá

Leia Mais