José Dirceu recebeu R$ 886 mil de empresa investigada na Lava Jato

dirceu globo

Entre 2010 e 2011, uma empresa do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu recebeu R$ 886 mil da empreiteira Camargo Corrêa, na mesma época em que empresa firmou contratos com a Petrobras. Segundo reportagem publicada no site da revista Época nesta segunda (8), no mesmo mês em que fechou negócio com a empresa de Dirceu, a Camargo obteve dois contratos junto à estatal, no valor total de R$ 4,7 bilhões.

A Camargo foi contratada para prestação de serviços na refinaria Abreu e Lima. Segundo depoimentos do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef, operador financeiro do esquema de corrupção na estatal desvendado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, os contratos foram fechados por meio de pagamento de propina ao PT e ao PP. A revista lembra que, embora negue, Dirceu “indicou Renato Duque, então diretor de Serviços da estatal e responsável pelos contratos da Camargo, acusado por Costa, Youssef e por um empreiteiro de cobrar propina para o PT”.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Dezembro promete novo aperto

Fora os dados dos próximos decêndios de novembro, o Tesouro também divulgou as previsões para dezembro de 2015 e para o primeiro mês de 2016.

Leia Mais