Para Henrique Alves a base aliada de Dilma estava estressada

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), afirmou nesta segunda-feira (15) que as votações na Casa serão retomadas a partir desta terça-feira (16).

Na semana passada, PMDB e outros partidos da base aliada se articularam para impedir a realização de votações na Casa. O objetivo da paralisação foi demonstrar insatisfação com o governo.

“A base estava estressada por várias razões, mas amanhã (16) nós vamos votar uma pauta positiva”, disse o líder após participar de cerimônia de posse do novo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

Alves defendeu ainda a demanda de partidos da base aliada pela liberação da emenda. “A emenda é simplesmente execução de uma linha orçamentária aprovada pelo Congresso Nacional”, afirmou.

Segundo o deputado, se houver alguma dificuldade em liberar os recursos é preciso que o governo explique o motivo. “As emendas são muito importantes para os pequenos municípios”, completou.

Alves voltou a criticar a prisão de Colbert Martins, investigado na Operação Voucher, da Polícia Federal. Para o deputado, Martins foi exposto “como se fosse um condenado, um foragido”.

“Não queremos acobertar ninguém. Queremos a expressão da verdade desde o início do processo. E a verdade passa pelo respeito às normas constitucionais, aos direitos do cidadão e a presunção da inocência”, disse.

Segundo Henrique Eduardo Alves, a deputada Fátima Pelaes (PMDB-AP) vai se defender das acusações de suposta participação de fraudes no Ministério do Turismo. “Ela vai se defender, se explicar. Já soube até que é desejo dela procurar o corregedor [da Câmara] para se antecipar a prestar contas”, disse.

Do G1

Uma resposta

  1. Taí, Xerife, somos levados a concordar com o Deputado Henrique Eduardo.
    Sabemos todos que, de fato, existe corrupção no Brasil, desde 1500. Porém, é como está na letra da lei, todo mundo é inocente até provas em contrário.
    A PF, nem qualquer outro agente pode sair por aí prendendo pessoas com base em indícios.
    Agora, se o caba véi meteu a mão na cumbuca, cadeia nele. Algemas, só se for preciso, conforme a letra de lei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias