Governo do Estado reage às críticas de Wilma de Faria

Deu na Tribuna do Norte:

central TN

O Governo do Estado rebateu as críticas feitas pela vice-prefeita de Natal e ex-governadora, Wilma de Faria. Em entrevista publicada na edição de domingo da TRIBUNA DO NORTE, ela apontou que alguns dos principais programas governamentais teriam sido encerrados na atual gestão. Por intermédio da Secretaria de Comunicação, o Governo negou que tenha adotado medidas que ameaçam o Programa do Leite.

Segundo a explicação do secretário de Comunicação, jornalista Edilson Braga, a atual gestão assumiu uma dívida de R$ 11,094 milhões, deixada pelo Governo Wilma de Faria junto aos fornecedores do Programa do Leite. Ele afirmou também que a dificuldade do momento são decorrentes da seca, uma vez que não há rebanho suficiente para atender as necessidades do programa.

Ampliação

Sobre a acusação de Wilma de Faria de que a governadora Rosalba Ciarlini acabou com as Centrais do Cidadão, o secretário disse que apenas com aluguéis a dívida deixada pela gestão de Wilma somou R$ 570 mil. “As Centrais estão funcionando, algumas sendo reformadas para tornar o serviço melhor”, destacou.

A acusação da ex-governadora Wilma de Faria de que a atual administração ainda não concluiu a obra de duplicação da avenida Omar O’Gray, no prolongamento da Prudente de Morais, que levará até a BR 101, também foi contestada pelo Governo Rosalba Ciarlini. O secretário informou que o projeto não previa túneis e, com isso, foi necessário fazer um novo estudo para construção dos dúneis. Segundo o Governo, em 60 dias toda obra será inaugurada.

A assessoria da governadora Rosalba Ciarlini lembrou ainda que a gestão de Wilma de Faria deixou R$ 800 milhões em dívidas. “A governadora Rosalba começou a administrar pagando a dívida deixada pela gestão passada”, destacou. Na edição do último domingo da TRIBUNA DO NORTE, Wilma de Faria, que é presidente estadual do PSB, fez duras críticas a atual gestão. Ela chegou a dizer que todas as obras que estão sendo feitas no Governo Rosalba foram deixadas pela gestão passada. “Tudo que está sendo construído, por ventura agora, foi tudo iniciado na nossa gestão”, destacou.

Para a vice-prefeita, o povo potiguar “cometeu um erro histórico”. “Acho que o povo do Rio Grande do Norte cometeu um tremendo erro histórico porque tínhamos uma administração de rumo, tinha planejamento, estava realizando investimentos importantes em todas as áreas, preocupada com a logística, com geração de emprego e renda e agora estamos vendo o Estado se transformando e a reclamação hoje em todo Rio Grande do Norte é imensa”, frisou Wilma de Faria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias