Governistas articulam para adiar CPI que mira atuação de Pazuello na pandemia

Ministro da Saude Eduardo Pazuello 600x400 1 Governistas articulam para adiar CPI que mira atuação de Pazuello na pandemia

Parlamentares da base aliada ao governo Bolsonaro avaliam que a fala do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ao Senado, nesta quinta-feira (11), aumenta o desgaste dele como condutor das ações para conter a pandemia do coronavírus.

Com isso, líderes governistas trabalham junto ao Planalto para adiar ao máximo a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde para apurar responsabilidades e omissões do governo durante a crise.

De acordo com o blog de Andréia Sadi, do G1, parlamentares avaliam que o governo “não aguenta” politicamente duas frentes de “pressão” sobre Pazuello, em meio às indefinições a respeito das vacinas e insumos para imunizar toda a população.

Uma dessas frentes de pressão principal é o inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) no qual o ministro é investigado por suposta omissão na crise sanitária no Amazonas.

A segunda seria a CPI. A estratégia do governo é adiar ao máximo a instalação da comissão, argumentando que uma CPI neste momento imobilizaria os trabalhos do Ministério da Saúde e respostas à sociedade sobre a vacinação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  
Categorias