Goianinha: MP instaura inquérito para investigar concurso público

O Ministério Público através da Promotora de Justiça de Goianinha, Marília Regina Soares Cunha, instaurou inquérito civil para apurar irregularidades no concurso público municipal.

O MP recomenda a prefeitura de Goianinha que adote as providências necessárias para conferir legalidade da contratação da Fundação João do Vale como empresa responsável pela realização do certame, como também a comprovação da nulidade do concurso público de provas e títulos.

A prefeitura tem o prazo de trinta dias para a abertura de um novo procedimento licitatório para contratação de empresa para elaboração de concurso englobando todos os cargos que atualmente são ocupados por profissionais contratados sem concurso público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  
Categorias

Os ‘aspones’ dos senadores

Os 81 senadores têm, atualmente, 3.277 assessores contratados sem concurso ou vínculo com o serviço público e pagos com o dinheiro do contribuinte. São 1.375

Leia Mais

Acabou-se a pouca vergonha

As orações dos bons cidadãos foram atendidas: o Brasil promove amplo combate à pobreza (os pobres estão perdendo por 7×1), o Governo tirou milhões da

Leia Mais