Funaro: Cunha pediu R$ 1 mi para afastar Dilma

Em depoimento de delação premiada, o doleiro Lúcio Funaro afirmou que, em 2016, repassou R$ 1 milhão ao então presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que o peemedebista pudesse “comprar” votos a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

O doleiro afirmou que o repasse foi feito a pedido de Cunha, que queria garantir que a petista fosse afastada da Presidência durante o processo de impeachment.

O pedido, segundo Funaro, foi feito via celular, por um aplicativo que não armazena as mensagens no aparelho.

“Ele me pergunta se eu tinha disponibilidade de dinheiro, que ele pudesse ter algum recurso disponível pra comprar algum voto ali favorável ao impeachment da Dilma. E eu falei que ele podia contar com até R$ 1 milhão e que eu liquidaria isso pra ele em até duas semanas, no máximo”, relatou Funaro.

5 respostas

  1. Foi a ação mais correta que Eduardo Cunha fez durante sua vivência politica, parabéns Cunha pela liberdade aos brasileiros.

  2. Para canalha nada é crime. E viva a liberdade dos brasileiros. Ah, mas ondevela está? No aumento do desempregados, no aumento do botijão de gás, da gasolina e no descrédito do país. Se toquem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Vá procurar o ex-prefeito!

O prefeito de Pau dos Ferros Leonardo Rêgo disse que não pagará o mês de dezembro do ano passado ao funcionalismo público. Quem quiser receber

Leia Mais