Fracassa à venda do livro de Janot em São Paulo (SP)

Na noite desta segunda-feira (7), o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot autografou exemplares de “Nada Menos que Tudo”, o livro de memórias feito por ele em depoimento aos jornalistas Guilherme Evelin e Jailton Carvalho.

Poucas pessoas formaram uma fila para pegar a rubrica do ex-procurador, na Livraria da Vila, nos Jardins, bairro nobre da capital paulista.

A maioria dos presentes era de jornalistas, seguranças e funcionários da editora Planeta, que editou o livro.

Janot chegou atrasado. A sessão de autógrafos foi marcada para as 19h, mas ele sentou-se na cadeira no fundo da livraria 21 minutos depois.

Às 19h43 já não havia mais ninguém na fila. Depois, alguns leitores foram chegando a conta-gotas.

Folha

Uma resposta

  1. Se ele pensou que ia estourar a venda de livros devido a questão de vaidade em relação a Gilmar Mendes,pois se lascou!

    O povo tá ficando de saco cheio disso,SUpremo tá servindo de chacota.

    Todos ali colocados por apadrinhamento político.

    Ontem o Ministério Gilmar Mendes deu uma entrevista na Cultura, sinceramente não disse nada.

    Tudo ali com teto de vidro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias