Extensão de rede de água beneficia bairros de Ouro Branco, Parelhas e Equador

Três cidades do Seridó estão recebendo melhorias na instalação de novas extensões de redes de tubos que irão levar água tratada a 118 famílias em Ouro Branco, Equador e Parelhas. Até esta quarta-feira (28), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), em parceria com as prefeituras desses municípios, inicia o assentamento desses dutos em conjuntos habitacionais nas regiões urbanas. “Essas obras deverão estar concluídas até o final de janeiro”, antecipa o gerente regional da Caern para Caicó e região, José Nílson de Araújo. “A parceria com as prefeituras tem dado agilidade aos serviços”, complementa o gerente.

Em Ouro Branco, 42 famílias residentes no conjunto Castelo dos Montes, serão beneficiadas com a instalação de 726 metros de rede de água, com diâmetros que variam de 60 a 75 milímetros. Com os mesmos calibres de dutos, serão assentados 354 metros de rede de abastecimento em Parelhas, para atender a 42 famílias do conjunto residencial Sebastião Barbosa. Em Equador, serão 336 metros de extensão e 34 famílias contempladas, residentes no conjunto Alto dos Lírios.

“Realizamos, recentemente, intervenções deste tipo em Jardim do Seridó e Timbaúba dos Batistas, com o assentamento de 786 metros e 930 metros respectivamente de novas redes de água”, lembra José Nílson. As duas ações também em trabalho conjunto com prefeituras locais atenderam com água tratada a 80 famílias.

Em janeiro, deve ser iniciada a instalação de 40 metros de tubulação que irão atender a 32 famílias em São João do Sabugi.

2 respostas

  1. Bom para os novos bairros , mas muito ruim para o rio Seridó , que vai passar a receber uma nova carga de esgoto sem nenhum tratamento. O esgoto de Parelhas é lançado em duas piscinas de tratamento que foram projetadas quando a cidade tinha pouco menos de dez mil habitantes , praticamente passa direto para o rio “IN NATURA”. O ministerio público , o Ibama e o Idema sabem do problema e nada fazem.

  2. Muito bom para os bairos, mas ao invés desses novos dutos, a Caern, sobretudo em OURO BRANCO, deveria fazer com que corresse água pelos dutos que já existem, porque aqui em Ouro Branco, são 10 dias com água e 20 sem uma gota, e quando chega é de qualidade imprópria para o consumo humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias

‘SUAPE’ vendida por ninharia

A Petrobras vendeu o Complexo Petroquímico de Suape, em Pernambuco, à mexicana Alpexo por apenas US$385 milhões (R$1,3 bilhão), depois de torrar R$11,5 bilhões tentando

Leia Mais

Fábio Faria cai em campo

Fábio Faria já  trabalha com a hipótese de ter que passar do 200 mil votos para ser reeleito, atingindo sozinho o coeficiente eleitoral. Sua equipe

Leia Mais