Estetoscópio inteligente “escuta” tamanho das pedras nos rins

Um estetoscópio inteligente está ajudando a monitorar a eficácia dos tratamentos de cálculos renais. A combinação inusitada é possível porque, ao contrário dos estetoscópios comuns, que os médicos usam para ouvir os batimentos cardíacos ou a respiração, este nem mesmo é precisa ser conectado continuamente aos ouvidos do profissional de saúde.

O aparelho monitora sozinho os ecos das ondas de choque destinadas a destruir as pedras nos rins, permitindo dosar o tratamento e medir sua eficácia.

Isso pode evitar que os pacientes submetam-se desnecessariamente a novas terapias ou façam exames de raios X desnecessários.Quando as pedras nos rins não são dissolvidas por medicamentos ou alterações na dieta, o procedimento mais comum é a litotripsia.

A litotripsia opera focando milhares de ondas de choque sobre as pedras nos rins, na tentativa para quebrá-las em pedaços pequenos o suficiente para que elas sejam então dissolvidas pelos remédios ou simplesmente liberadas com o xixi.

Ocorre que é muito difícil verificar exatamente quando o tratamento foi bem-sucedido em quebrar as pedras.

Com isso, os pacientes frequentemente recebem mais choques mais do que o necessário, ou são mandados para casa depois de receber um número insuficiente de ondas de choque, levando de volta muitas pedras ainda grandes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Categorias