Empresa contratada pelo Governo do RN é investigada por fraude

A Empresa Potiguar Construtora Ltda – CNPJ 10.791.675/0001-50 – matriz – sediada no Sítio Jacarandá, Zona Rural do Município de Caraúbas (RN), ou a sua filial – CNPJ 10.791.675/0002-30, localizada na Fazenda Lagoinha, Zona Rural de Itajá (RN), foi contemplada com um contrato no valor de R$ 15.282.473,58, pelo Secretário de Infraestrutura do Estado, Gustavo Rosado, com a finalidade de executar obras de restauração de rodovias, que se encontram em péssimas condições de trafegabilidade no RN.

A Potiguar Construtora tem como sócios: José Luiz Arantes Horto e João Gabriel Arantes Horto, mas contou também com a participação de José Pedro de França Horto, envolvido na Operação Ápia da Polícia Federal, acusado de fraudar recursos do DNIT.

O contrato autorizado pela Governadora Fátima Boku’s Bezerra, por intermédio da Secretária de Infraestrutura, favorece uma empresa que responde por ato de Improbidade Administrativa, junto a Prefeitura Municipal de Caraúbas (RN), cujo processo nº 0100607-42.2017.8.20.0115, encontra-se em grau de recurso junto ao Tribunal de Justiça do RN, após condenação em 1º grau imposta pelo Juiz Evaldo Dantas Segundo.

Será que quase tudo no Governo Petista do RN, cheira a coisa errada? É somente uma pergunta.

Uma resposta

  1. Amigo se Vc tem alguma informação/documento que impeça a empresa citada de participar e firmar contrato com qualquer ente público Vc tem a obrigação de encaminhar à comissão de licitação as informações que a impedem de participar de licitação e por consequência sagrando-se vencedora contratar com o poder público. Interessante é que ninguém que participou da licitação solicitou a inabilitação da empresa em referência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias

Sem chance

Não existe a menor possibilidade do candidato a prefeito de Jardim de Piranhas ser escolhido entre os nomes dos empresários Elídio Queiroz e Rogério Couro

Leia Mais