Em nota, advogado de Henrique diz que ele é inocente

A defesa de Henrique Eduardo Alves repudia veementemente as afirmações feitas pelo executivo da Odebrescht Márcio Faria em delação premiada, na qual aponta a sua participação em reunião ocorrida no dia 15 de julho de 2010 no escritório político do presidente Michel Temer, em São Paulo, com a presença deste, do então deputado Eduardo Cunha e do delator, ocasião em que teria tratado do pagamento de propina decorrente de contrato com a Petrobras.

Conforme já afirmado pelo próprio presidente da República, o acusado não se fazia presente em dita reunião, jamais tratou do assunto mencionado e sequer conhece o indigitado delator.

É inaceitável que seja dado crédito a afirmação realizada por pessoas envolvidas em ilícitos que se colocam na obrigação de acusar para gozar de benefícios legais.

Todas as medidas serão tomadas para esclarecimento da verdade e a responsabilização cível e criminal do dito delator.

Marcelo Leal

Advogado de Defesa

6 respostas

  1. O unico culpado será crussificado amanhã. O nome dele é jesus. Não é Alves, Maia e nem tão pouco Rosado. Todos esse são santos e inocentes.

  2. Não conheço nenhum corrupto culpado,todos se dizem inocentes,até que se prove o contrário,é a lei dos poderosos.
    Pobre inocente,sendo acusado,já é culpado! kkkkk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias

Pronto! Agora tá eleita!!!

Pré-candidata a deputada federal nas eleições deste ano no Rio Grande do Norte, Karla Veruska, presidente estadual do Avante, cumpriu intensa agenda na cidade de

Leia Mais