Em 2º turno, Dilma tem mais palanques nos estados

Faltando 15 dias para as eleições, e com as pesquisas de intenção de votos indicando que o segundo turno deve ser realizado entre Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e Marina Silva (PSB), os partidos já começam a montar os palanques para a segunda etapa da campanha eleitoral. O PT, que poderá disputar o segundo turno em dez estados ou eleger quatro governadores ainda no primeiro turno (Acre, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Piauí), leva ampla vantagem em relação a Marina, que está na disputa em apenas quatro estados e lidera somente em Pernambuco e no Distrito Federal.

A vantagem petista é ampliada de forma esmagadora com a união da base aliada no segundo turno. O PMDB, que apoia Dilma, lidera as pesquisas em sete estados (Alagoas, Amazonas, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Sergipe, Pará e Tocantins), e está em segundo lugar em outros sete, o que colocará a petista em evidência em pelo menos 24 estados no segundo turno.

Até o PSDB de Aécio Neves teria palanques mais fortes do que Marina no segundo turno, já que os tucanos lideram em quatro estados (São Paulo, Paraná, Goiás e Paraíba) e estão em segundo lugar em outros quatro estados (Santa Catarina, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Pará). O PSB, que conta com os votos dos tucanos no segundo turno, espera poder aproveitar os palanques do PSDB nos estados para poder encorpar a campanha de Marina na segunda fase da campanha, segundo cientistas políticos ouvidos pelo GLOBO.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias