DPU restringe atendimento à população, mas aumenta despesa com viagens

Em maio deste ano, a Defensoria Pública da União (DPU) mudou os critérios de atendimento à população que precisa de auxílio jurídico e não pode arcar com a contratação de advogados. A partir da medida, famílias que recebem mais de R$ 2 mil/mês não têm direito ao serviço gratuito da DPU.

Antes, o teto era para renda mensal de até R$ 2.811. No entanto, ao mesmo tempo em que restringiu o atendimento aos brasileiros, alegando problemas de caixa, o órgão aumentou em mais de 200% as despesas com passagens e diárias de seus servidores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias