Dono de empresa de Comunicação que estava entre os presos do “arrastão do turismo” pode dá dor de cabeça para o PT

Entre os 35 presos do arrastão do Turismo tem mais um que pode dar dor de cabeça para o PT. Trata-se de Dante Matiussi, dono da DTM Comunicações.

A decisão judicial que autorizou a operação da PF diz o seguinte sobre Matiussi: “sua participação na cotação contribuiu para frustrar o caráter competitivo do procedimento de contratação de terceira empresa participante”. Em resumo, é acusado de entrar numa concorrência apenas para dar aparência de normalidade ao processo, que seria fraudulento.

Dante foi um dos chefes do marketing da campanha de Aloizio Mercadante ao governo de São Paulo em 2006.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Depoimento adiado

O depoimento de Pedro Novis, presidente da Odebrecht de 2002 a 2009, foi adiado. Ele estava no comando da empresa quando a ORCRIM tomou conta

Leia Mais

O fim do Uber no Brasil

Um juiz do Trabalho de Belo Horizonte reconheceu que há vínculo empregatício entre motorista e Uber. O Uber vai ter de pagar até as balinhas

Leia Mais