Desespero de um criador seridoense: eu mato o gado e depois me mato!

De um criador de gado desesperado com a situação da seca que atinge a região do Seridó ontem publicamente na cidade de Parelhas na presença de várias testemunhas, inclusive, autoridades:

– Eu tenho 32 cabeças de gado. Se não chover eu mato todas elas e depois me mato.

Do blogue: Meu Deus! Olha o desespero dessa gente! As autoridades políticas têm que encontrar uma solução urgente. A situação está chegando ao limite. Isso é uma tristeza!!! Jesus nos proteja…

Uma resposta

  1. Não quero ser comparado com linguarudo oposicionista, mas, quando se fala em soluções imediatas para a seca, o Governo atropela o assunto com a transposição do São Francisco que está programado para 2015. Estamos vivendo a seca 2012 e 2013. Será que dar para esperar?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2022
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 
Categorias

Alexandre, o grande linguarudo

Absolvido pela Comissão Ética no episódio em que ‘antecipou’ publicamente uma operação da Polícia Federal, Alexandre de Moraes recebeu “recomendação expressa” para adotar cautela em

Leia Mais