Deputados Gustavo Fernandes e George Soares promovem audiência pública para retomar discussão do projeto Baixo Açu

Os deputados estaduais Gustavo Fernandes (PMDB) e George Soares (PR) promovem, nesta sexta-feira (03), às 9h30,uma audiência pública, na Assembleia Legislativa do RN, para retomar as discussões do projeto Baixo Açu, relacionado à agricultura irrigada no Rio Grande do Norte.

“Vamos discutir especificamente três problemas: o do regularização fundiária, o da recuperação da infraestrutura e o da atração de novas empresas. As dificuldades no Baixo Açu já se arrastam há mais de 30 anos no Rio Grande do Norte, enquanto que outros estados, como Ceará, Bahia e Paraíba, por exemplo, conseguem mais investimentos federais para projetos desta natureza”, observa o deputado Gustavo Fernandes.

“Queremos, com essa audiência, mostrar a importância da discussão na Casa Legislativa de um projeto como o do Baixo Açu, que, há anos, veio para trazer desenvolvimento para a região e, até agora, esse objetivo não foi alcançado, em virtude da burocracia e pela falta de políticas públicas”, destaca George Soares.

Representantes dos irrigantes, do Governo do Estado, do DNOCS, Ministério Público, entre outros, foram convidados para o evento na Casa Legislativa. O assunto é recorrente há vários anos no Estado. O Distrito de Irrigação do Baixo-Açu (DIBA) é o órgão que congrega todos os usuários d’água do perímetro. Foi fundado em março de 1997, com a finalidade de administrar, operar e manter a infra-estrutura de irrigação e drenagem de uso comum do perímetro.

2 respostas

  1. Muito bem George,faça alguma coisa!!! Os produtores do baixo Açú,incluindo seu pai e Nuilson,agradecem a sua iniciativa!!!!

  2. É preciso que o DNOCS ,der mais assistência aos irrigantes dos projetos de irrigação , pois além do baixo assu , temos o de cruzeta,itans sabugi, pau dos ferros que estão abadonados ,são recusos públicos investidos e os resultados dos projetos de irrigação que não funcionam nem 50%.Além do mais querem gastar mais dinheiros em mais 2 projetos (medubim-Assu e Apodi).É preciso que façam uma lei para acabar com o pagamento de demanda de energia que custa 50% do consumo de energia e pagar apenas o consumo , É preciso também aumentar o horário de irrigação para a tarifa verde que tem 90% de rebate.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Categorias