Denúncia: Força Aérea Brasileira desvia R$ 3 bilhões

O Ministério Público Federal está debruçado no que pode ser um dos maiores escândalos de desvio de verbas já descobertos envolvendo a Força Aérea Brasileira. Cerca de oito mil militares que foram demitidos nos últimos dez anos continuam ativos no cadastro interno da FAB e de órgãos federais, como o Ministério do Trabalho e da Previdência. Na enorme lista de soldados fantasmas – que corresponde a 12% do efetivo da Aeronáutica – constam até mortos, segundo documentos obtidos. Os documentos  estão sendo analisados pelo procurador da República Valtan Timbó Furtado, do 7º Ofício Criminal, de Brasília.

O rombo pode alcançar R$ 3 bilhões, valor equivalente a 70% de todo o investimento da Força Aérea previsto para 2012 e 20% do orçamento da Defesa. Na mira do procurador estão chefes de bases aéreas, comandantes do Estado-Maior da Aeronáutica e dos departamentos e diretorias de pessoal a eles subordinados.

Informada do caso em abril, a presidenta da República, Dilma Rousseff, ordenou uma devassa nas contas da Aeronáutica. Mas pediu sigilo para evitar ferir suscetibilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Covid-19: estamos assim no RN

O Rio Grande do Norte possui 608 confirmados de covid-19, 2.754 suspeitos, 2.575 descartados, 29 óbitos e 161 recuperados. Óbitos aonde: Mossoró (8), Natal (7),

Leia Mais

Falando sério!!! rsrsrsrs…

Instituto Nacional de Cardiologia (INC) acaba de finalizar um estudo para mostrar que quem faz sexo três vezes por semana não é considerado sedentário. Segundo

Leia Mais