Correios pedem ao TST suspensão da greve dos trabalhadores

Para tentar chegar a um acordo com os trabalhadores em greve há 16 dias, a direção dos Correios recorreu ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) para fazer a conciliação com os funcionários. A empresa instaurou o dissídio coletivo no TST com pedido de liminar para suspensão da greve, sob a pena de multa diária de R$ 100 mil.

Caso o TST decida não suspender a greve, os Correios pedem que o tribunal determine que a Federação Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) garanta o percentual de 70% de empregados em cada uma das unidades operacionais da empresa, como agências postais, terminais de cargas e garagens e centros de triagem. O processo será encaminhado à vice-presidenta do TST, ministra Cristina Peduzzi, que deverá promover uma audiência para tentar chegar a um acordo entre as partes.

Uma resposta

  1. os correios informam a populção q 20% é quem ta fazendo a greve e porque agora pede 70% dos trabalhadores? isso é uma vergonha o que os correios ta fazendo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias