Coronavac será testada em pacientes com HIV e doenças reumatológicas

coronavac boa frasco Coronavac será testada em pacientes com HIV e doenças reumatológicas

Um estudo conduzido pelo Hospital das Clínicas de São Paulo vai vacinar mais de 2.000 pessoas com duas doses da Coronavac.

Deste total, 1.500 são pacientes com doenças autoimunes reumatológicas ou portadores de HIV.

Todos receberão duas doses da vacina. O objetivo da pesquisa é avaliar a produção de anticorpos contra o vírus no grupo de imunossuprimidos, um dos mais vulneráveis a complicações do novo coronavírus.

A diretora clínica do HC, Eloisa Bonfá, divide a coordenação da pesquisa com o infectologista Esper Kallás. “Observamos recentemente em estudo epidemiológico do Data-SUS, com mais de 200 mil pacientes hospitalizados no Brasil com Covid e síndrome respiratória aguda grave, que pacientes com lúpus, por exemplo, têm 73% mais chances de evoluir para óbito dos que não têm a doença”, diz Eloisa.

A Coronavac é a vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com Instituto Butantan, em São Paulo, contra o novo coronavírus.

Para a realização da pesquisa, o instituto paulista forneceu lotes da vacina específicos para utilização em pesquisa científica e que, portanto, não podem ser disponibilizados à população em campanhas de vacinação. ​

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

RN pede paz

No processo democrático, todos têm direito de externar suas preferências. Uma onda de ódio e intolerância tem perturbado pessoas no Rio Grande do Norte. É

Leia Mais

É hoje!

Não se trata apenas da euforia diante de uma seleção forte que joga a Copa do Mundo em casa. O favoritismo da França é sentido

Leia Mais