Cármen Lúcia critica influência política em indicação de ministros

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta sexta-feira (14/12) que é preciso aprimorar o sistema de indicação a vagas em tribunais superiores para evitar dependência política em relação aos grupos que apoiam as candidaturas. Atualmente, os ministros do STF são indicados pela Presidência da República e nomeados após sabatina do Senado Federal.

“Eu acho muito complicado, tem que ser o mais impessoal possível”, disse a ministra, lembrando que a dependência política nas indicações foi um dos assuntos atacados pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa, em seu discurso de posse. “Está errado mesmo, precisamos apurar isso”, completou.

Em geral, os candidatos a uma vaga no STF pedem apoio a diversas correntes do mundo jurídico e político. Recentemente, o ministro Luiz Fux, do STF, admitiu ter se aproximado do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu para conquistar a vaga. Na época, o político já era réu na Ação Penal 470, o processo do mensalão, que seria julgada por Fux pouco mais de um ano depois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

junho 2022
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias

PTB e PMDB juntos em Lagoa Nova

O presidente estadual do PTB, Getúlio Batista, já havia declarado que tem alianças preferenciais com o PMDB. Em Lagoa Nova, no Seridó, os dois partidos

Leia Mais