Cardeal que tuitar durante o conclave será punido com excomunhão

tuitandoMonsenhor Juan Arieta, especialista em lei do Vaticano, informou nesta sexta-feira que se algum cardeal anunciar qualquer informação pelo Twitter durante o conclave que elegerá o sucessor de Bento XVI será punido com excomunhão, de acordo com informações do jornal Folha de São Paulo. O uso do Twitter será considerado rompimento de sigilo obrigatório e, portanto, deve ser punido.

O conclave para eleger o novo papa, segundo a constituição apostólica, deve começar entre 15 e 20 dias, desde que se decrete a chamada “sede vacante”, fixada para o próximo 28 de fevereiro às 20h (16h em Brasília), o momento que Bento XVI escolheu para abandonar o trono de Pedro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias