Câmara revê critério de corte de salário de deputado faltoso

dinheiro 3O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, informou nesta segunda-feira (27) que houve um novo cálculo em relação ao corte do salário dos parlamentares que não comparecerem às votações. Ele explicou que o corte dos salários dos parlamentares estava sendo feito com base na ausência na última votação de cada dia. Houve uma revisão neste critério, que considerou como não faltosos os parlamentares que votaram em qualquer uma das votações do dia.

Os que não votaram em nenhuma das votações do dia, continuam sendo considerados faltosos e terão corte no salário. “Ninguém perdoou a falta de ninguém, apenas consolidou. Quem faltou, faltou. Quem não votou em nenhuma, se teve uma e ele não votou, vai continuar perdendo. O que acontece é que teve dia que teve quatro, cinco votações e a gente consolidou pela última e teve gente que votou a primeira e não votou a última, votou a segunda e não votou a última, então nós uniformizamos por uma consolidação nesses dias”, explicou Eduardo Cunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias

O sonho de Rogério Marinho

O deputado federal Rogério Marinho sonhou em ter uma base política em Mossoró, investindo nos nomes dos empresários Tião Couto e Jorge do Rosário. Entendeu

Leia Mais