Bomba: Odebrecht ‘bancava’ Lula. Cadeia nele!

lua insti

O ex-presidente e herdeiro do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, relatou a procuradores da Lava Jato que uma espécie de conta que a empresa mantinha em nome de Luiz Inácio Lula da Silva tinha o objetivo de manter o petista influente depois que saísse da Presidência da República.

Após a saída do Planalto, com alta aprovação popular, a expectativa era que ele continuasse a ter relevância no cenário político, o que de fato ocorreu. Segundo Odebrecht, foi criada uma ‘conta’ financiada pelo departamento de propinas, gerenciada pelo ex-ministro Antônio Palocci, preso em setembro.

Segundo a delação, divulgada pela Folha de S. Paulo, Branislav Kontic, ex-assessor de Palocci, é apontado como um dos encaregados de transportar o dinheiro em espécie que abastecia a ‘conta’.

Batizada de ‘amigo’ em referência a Lula, a ‘conta’ foi usada para financiar projetos como a compra de um terreno em São Paulo que deveria abrigar a sede do Instituto Lula.

O Instituto afirmou, em nota à reportagem, que não comenta “especulações sobre supostas delações”.

6 respostas

  1. Cuidado com o que você anda dizendo com os padres de Caicó!!! Será que você aguenta um PROCESSO de DANOS MORAIS E IDENIZATÓRiO?????

    1. Todo padre vagabundo comigo é no cacete! Não pode fazer do altar da igreja palanque político. E não pode fazer da VOCAÇÃO uma profissão. Vá ler outra coisa vagabundo! FALEI: Padre vagabundo! Quem vestir a carapuça que se lasque!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2022
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 
Categorias

País da carteirada

O colunista Ancelmo Góis cita um exemplo disso: Seis agentes da Polícia Federal entraram na base da carteirada num espaço reservado à imprensa no Mineirão,

Leia Mais