Banda Fresno desrespeita TSE e diz “fora, Bolsonaro” no Lollapalooza

Artistas projetaram em telão mensagem contra presidente; mais cedo, corte eleitoral determinou multa por propaganda política no festival.

Poucas horas depois da decisão do Tribunal Superior Eleitor (TSE), um show da tarde deste domingo (27) no festival Lollapalooza teve uma manifestação eleitoral da banda Fresno. No telão, a banda projetou “Fora, Bolsonaro” e o vocalista Lucas Silveira gritou o mesmo no microfone.

Em seguida, o cantor Lulu Santos, que fez uma participação especial no show da Fresno, declarou: ““Como disse a Carmen Lúcia, cala boca já morreu, quem manda na minha boca sou eu”.

Nesta manhã, o ministro Raul Araújo havia atendido pedido do PL da véspera e vetado atos que configurem propaganda eleitoral no festival, estabelecendo uma multa de R$ 50 mil por novas ocorrências.

Na decisão, o relator ressalta que a Constituição Federal assegura a livre manifestação do pensamento, “a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”. No entanto, os artistas mencionados no processo “fazem clara propaganda eleitoral em benefício de possível candidato ao cargo de Presidente da República”.

“Os artistas e cantores referidos que se apresentaram no evento musical em testilha, além de destilar comentários elogiosos ao possível candidato, pediram expressamente que a plateia presente exercesse o sufrágio em seu nome, vocalizando palavras de apoio e empunhando bandeira e adereço em referência ao pré-candidato de sua preferência”, diz o ministro no documento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Categorias