Álvaro Dias e Robinson Faria mudaram a história da eleição na assembleia

No Poder Legislativo do Rio Grande do Norte a sequência natural e histórica do processo de escolha do Presidente da Casa mudou  de 1997 para 2010.

Antes disso a escolha era para que o Presidente e a Mesa Diretora ocupassem os cargos por um período de 2 anos e em seguida outra eleição era organizada.

A partir do deputado Álvaro Dias, que ficou 7 anos no cargo e em seguida com o deputado Robinson Faria, que também ficou por 7 anos, a história da Assembleia mudou.

Vejam a sequência das Presidências e os respectivos períodos e a partir de quando a AL do Rio Grande do Norte começou a contrariar a sua história.:
Dep. Robinson Faria  -Legislatura: –2003 – 2010
Dep. Álvaro Costa Dias -Legislatura: –1997 – 2003
Dep. Leonardo Arruda -Legislatura: –1995 – 1997
Dep. Raimundo Fernandes -Legislatura:1993 – 1995
Dep. José Adecio- Legislatura: 1991 – 1993

No final do ano passado, a Assembleia votou a aprovou, por unanimidade, que a prática deveria voltar ao leito da história.

Cada presidente e cada mesa diretora ocupariam os cargos por dois anos, seriam eleitos novos membros em seguida.

Uma nova eleição somente na legislatura seguinte.

Fator RRH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
Categorias