Agripino age como Avestruz para não responder sobre apoio a Rosalba

avestruz_370O senador José Agripino Maia, presidente nacional do Democratas, não está nem aí para seus liderados. Na última sexta-feira (4), três deputados estaduais – Getúlio Rêgo, José Adécio e Leonardo Nogueira – cobraram do senador uma definição sobre o apoio ao projeto de reeleição da governadora Rosalba Ciarlini. Do alto de sua liderança em quarto minguante, José Agripino Maia disse: “definição de alianças majoritárias só será discutida no ano da eleição majoritária”. Ou seja, Agripino empurrou com a barriga. E deixou sem resposta seus fiéis liderados.

Diante do caos estabelecido na gestão de Rosalba Ciarlini, única governadora do DEM, o senador Agripino age como a avestruz que coloca a cabeça na terra para fugir da realidade. Agripino também deu uma de avestruz no desastre chamado Micarla de Sousa na Prefeitura de Natal, de tenebrosa memória. José Agripino não está preocupado com a reeleição de Rosalba. Isso é problema do marido dela e governador de fato, Carlos Augusto Rosado.

José Agripino está preocupado com a reeleição do filho, deputado federal Felipe Maia. Primeiro, Agripino precisa resolver o futuro do filho e criar uma estratégia política para sonhar com a própria reeleição ao Senado em 2018. E José Agripino só vislumbra um meio: seguir a reboque do prestígio político alcançado por Henrique Eduardo Alves, presidente da Câmara dos Deputados.

Henrique Alves é a árvore onde todo político pragmático pretende se encostar ou se abrigar. José Agripino quer estar debaixo da árvore frondosa do atual presidente da Câmara dos Deputados, usufruindo da sombra e dos frutos em forma de cargos, verbas e emendas da relação com o poder central. José Agripino Maia não vai largar o pé de Henrique Alves para apostar um centavo na candidatura de Rosalba ou de quem quer que seja antes de resolver a vida dele e do filho.Por conta disso, os deputados do DEM ficaram sem resposta e vão ter que aguardar os acertos do senador.

Ontem (7), em entrevista coletiva, a governadora Rosalba Ciarlini mostrou-se satisfeita com as palavras de Agripino: “o presidente do DEM disse que só vai decidir em 2014”. Ela fala como se houvesse qualquer chance de Agripino apoiá-la ou dar-lhe a legenda para concorrer à reeleição. Pobre, Rosalba. José Agripino Maia quer distância da impopularidade.

Por Diógenes Dantas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias

Facebook diz que vai banir anúncios

O Facebook disse nesta terça-feira (30) que irá banir anúncios publicitários que promovam produtos financeiros e serviços atrelados a criptomoedas, assim como ofertas iniciais de

Leia Mais