Agora fudeu tudo: até Bornhausen deixará o DEM. E agora José?

Apesar de procurado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), o ex-presidente do DEM Jorge Bornhausen apresentará na próxima semana pedido de desfiliação.

“Não posso ficar se meu filho [o secretário estadual Paulo Bornhausen] vai sair”, disse, em referência ao desfalque que a saída do governador de SC, Raimundo Colombo, provocará na oposição.

No sábado, Aécio procurou Bornhausen pedindo que agendassem uma conversa, numa tentativa de impedir a debandada. Mas, segundo Bornhausen, as articulações no Estado se anteciparam.

Para evitar novas baixas, Aécio tem conversado com o presidente da sigla, Agripino Maia (RN), e o líder do DEM na Câmara, Antonio Carlos Magalhães Neto (BA).

3 respostas

  1. tem um consolo pro JAJA era. procure João Maia que talvez vc seja bem vindo ao PR no RN, pq o PSDB de Geraldo Melo tá na beira do buraco tb.

  2. Eu ja te disse xerife! José vai ficar com sua arrogância e prepotência, terminará só, aliás com sua apozentadoria milionária de ex-governador do RN.

  3. Besteira, meus amigos, pra sobreviver ele procura qualquer partido.
    Ora, o senador todo-poderoso Tasso Jereissatti está no limbo, imagine o Jajá já era.
    Mas o bobão do cearense, assim como o bobão do Artur Vigilio, o bobão do Marco Maciel, Efraim Morais e outros, cometeram a besteira – uns dizem que foi coragem, dignidade – de apoiar o Zé Serra desde o primeiro turno e, por isso, não foram reeleitos…
    Mas eu já – desculpem-me o trocadilho – ouvi dizer que o Serra quer o diabo na frente dele e nao quer o Agripino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias