Afago ao PMDB fortalece Henrique nas mudanças ministeriais

henrique aliadoA equipe da presidente Dilma Rousseff aguarda a divulgação da lista de políticos que serão investigados por conta da Operação Lava Jato para liberar reivindicações já apresentadas pelo maior partido aliado e tentar manter unida sua base de apoio na Câmara e no Senado.

Uma das mudanças aguardadas atende aos interesses do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que quer emplacar, na pasta do Turismo, seu aliado e ex-presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). A nomeação desbanca o ministro Vinícius Lages, apadrinhado por Renan e seria um dos motivos de irritação do presidente do Senado com Dilma.

A aposta é de que Alves não seja investigado no processo da Lava Jato. No entanto, sua indicação cria diferenças de tratamento do Planalto entre Cunha e Renan, caso os dois estejam citados na lista de pedidos de investigação do Ministério Público, já que o senador perde a pasta para o deputado, que também pode ser citado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias