Advogado contesta tese sobre pesquisa impugnada em Serra Negra do Norte (RN)

As pesquisas impugnadas e com divulgação suspensa pela Justiça em Serra Negra do Norte possuem erros técnicos em série. O professor Daniel Menezes, que é parte interessada na contenda porque é diretor de instituto de pesquisa, está mal informado ou mal intencionado. A pesquisa do Instituto Brâmane, que ele diz que analisou, não cumpriu requisitos básicos, nem mesmo nota fiscal possui. Ele pode escrever mil trabalhos sobre ela e ela continuará errada. É ela (e quem a defende) que está ao arrepio da ciência e em desacordo com a legislação. A Justiça Eleitoral agiu no estrito cumprimento do seu dever e sua decisão é irretocável.

Augusto Maia
Advogado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias