2º turno tende a ter maior abstenção

Dados históricos do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mostram que a abstenção no 2º turno das eleições tende a ser sempre maior que no 1º.

Agora, em 2022, eleitores terão que voltar às urnas em 30 de outubro para escolher entre Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) para ser o próximo presidente do Brasil. Na 1ª etapa do pleito, 20,95% dos eleitores habilitados para votar não compareceram.

Em 2018, a abstenção foi levemente menor do que a registrada neste ano: 20,3%. Naquela época, a eleição presidencial também foi ao 2º turno – e a taxa dos que não votaram subiu a 21,2%.

Uma resposta

  1. Sôstô, meu deuzim do céu, o caba ter que gastar as zapragatas, se escambichar numa fila, para votar nuns caba que se fossem procurar um emprego numa firma de sucesso, talvez, talvez só arrumassem um cargo faxineiro. Mas bora! Vamo ajudar esses malacas. Os bichim querem ficar socados num palácio, enquanto a assessoria carrega as cangalhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

dezembro 2022
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias