2018: Lula fora? Começa luta pelo seu espólio eleitoral

Começou a briga pelo espólio de Lula. De uma pesquisa qualitativa que está guardada a sete chaves vazou uma informação valiosa: no Nordeste, em qualquer cidade, o ex-presidente arranca no mínimo de 50 por cento. Entretanto, agora vem a bomba: se não for candidato sua votação se dilui entre muitos, citando-se Luciano Huck, Marina Silva, João Doria, Ciro Gomes (mais ou menos nesta linha), mas, pasmem, para Jair Bolsonaro, em segundo lugar em muitos casos como herdeiro do capital eleitoral de seu arquiadversário.

Com essa notícia, o partido político Democratas (DEM) virou seu foco para o apresentador Luciano Huck, abandonando a hipótese de João Dória como cabeça de chapa para a presidência no ano que vem . Está correndo a chama como num rastilho inflamado, indo para o barril de pólvora.

A reviravolta do DEM paulista deixa o prefeito sem alternativa fora do PSDB, pois o antigo Partido da Frente Liberal decidiu que não abandonará a aliança com o partido de Geraldo Alckmin pela ilusão de uma aliança populista de tiro curto. Na avaliação das lideranças do DEM a imagem e a pré-candidatura do prefeito de São Paulo estão em fase de desidratação. Melhor apostar no apresentador da Rede Globo.

4 respostas

  1. Os GOLPISTAS morrem de MEDO, quando se afirma que o mesmo será candidato a PRESIDENTE DA REPÚBLICA! CANALHAS.

  2. Arrancar uma bandidagem, com ‘golpe’, confiando na máxima, “cem anos de perdão”, é aceitável???
    Ó, oraculo dos serrotes quentes da Barra Nova, qual a melhor bandidagem, para o Brasil, a dos ‘golpeados’ ou a dos ‘golpistas’???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Exagerou!

O presidente Jair Bolsonaro exagerou na dose quando ameaçou um conflito com os EUA. Foi idiota ao falar que: “quando acabar saliva, tem pólvora”. Ao

Leia Mais