15/mar/2020

Caixa e Banco do Brasil vão socorrer empresas e famílias


Por Robson Pires, em

O plano conjunto do governo para enfrentar os efeitos da turbulência global – causada pelo surto do novo coronavírus e agravada com a tensão no mercado do petróleo – inclui a aceleração da agenda de reformas, atuações do Banco Central para conter o dólar e desenferrujar o canal de crédito e o reforço dos bancos públicos (Caixa e Banco do Brasil) em linhas de socorro a empresas e famílias.

Como resposta à crise, o ministro da Economia, Paulo Guedes, quer “blindar” os projetos prioritários e destravar as negociações políticas para as reformas emperradas até agora pelo embate em torno das regras do Orçamento de 2020.


Em reunião com todo o primeiro escalão da equipe econômica, na manhã de ontem, Guedes deixou claro que não tem “plano B” para a economia e que a estratégia é seguir com o plano inicial já traçado e aproveitar os ventos internacionais desfavoráveis para “aprofundá-lo”.

“Não tem caminho sem as reformas”, orientou aos seus principais auxiliares. Foi uma resposta à pressão de fora da equipe econômica para o governo dar estímulo fiscal e mudar o teto de gasto, regra que impede que as despesas aumentem em ritmo superior à inflação.


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930