Penso, logo existo...

Categoria: Política

Discussão sobre assuntos políticos

Agenda dos candidatos ao governo RN para esta quarta (15)

agenda dos candidatosConfira a agenda para esta quarta-feira (15) dos candidatos ao governo do estado, em ordem alfabética: Henrique Alves (PMDB) 9h: Reunião com Movimento de Escoteiros. 11h: Gravação do Programa Eleitoral. 14h30: Caminhada por bairros da Zona Leste de Natal. 18h20: Concede entrevista na Inter TV Cabugi. 20h30: Comício em Santa Cruz. Robinson Faria (PSD) 10h: Caminhada nos bairros da Zona Norte de Natal. 14h: Caminhada nos bairros da Zona Oeste de Natal. 17h: Caminhada em Macaíba, na Grande Natal. 20h: Caminhada e comício em São Paulo do Potengi, na região Agreste do RN.

agenda, candidatos

Garibaldi Filho se dedica à campanha em Mossoró

garibaldi governador O ministro da Previdência, Garibaldi Filho, se dedicará à campanha de Henrique Alves em Mossoró. Ele será recebido nesta quinta-feira (16), às 8h30, pela ex-prefeita Fafá Rosado e o deputado Leonardo Nogueira, seguindo a programação na sexta-feira (17). Garibaldi participa de caminhadas e carreatas durante os dois dias, com a programação devendo ser encerrada no sábado (18), com a participação de Henrique Alves.

Garibaldi Filho

Francisco José Júnior diz que a vitória de Robinson será histórica para o RN

francisco jose mossoro Depois de reunir a militância em dois grandes eventos, o prefeito Francisco José Júnior recomeçou nesta terça-feira, 14, sua caminhada pelo voto da Liberdade em Mossoró. O presidente municipal do PSD realizou reunião de calçada na casa do líder comunitário João Barrão, no Planalto 13 de Maio. Uma multidão se incorporou à militância para confirmar os votos em Robinson 55 e Dilma presidenta 13. O prefeito voltou a agradecer os votos conquistados no primeiro turno, a maioria de 23 mil votos de Robinson sobre o segundo colocado, mas reforçou que a luta começou de novo. “Preciso, agora mais do que nunca, do apoio, da dedicação e, principalmente, do voto de vocês para que possamos garantir uma vitória histórica no dia 26”, disse. Até o dia da eleição, Francisco José Júnior pretende visitar todas as regiões de Mossoró como fez no primeiro turno, sempre ao lado das lideranças que acreditam nos projetos de Robinson e Dilma. Nesta terça, participaram da mobilização no Planalto, o vereador Jório Nogueira, o ex-deputado Francisco José, a suplente de vereadora Maria das Malhas e demais lideranças do grupo 55. A agenda seguirá todos os dias até o final do pleito.

Francisco José Júnior

Dilma e Aécio fazem debate marcado por ataques

debate band O primeiro debate entre presidenciáveis, na Band, nesta terça-feira, deu mostras do que serão os últimos dias de campanha. Em uma hora e meia de embate, Dilma Rousseff e Aécio Neves trocaram acusações, se acusaram mutuamente de estarem mentindo e não raro davam ou ouviam respostas com falas e gestos irônicos. Faltando 11 dias para a votação, a expectativa é que o embate dê o tom da disputa. Apoiada em números do seu governo – e às vezes dos 12 anos de PT no Governo Federal, Dilma cumpriu a promessa feita no primeiro bloco, o de confrontar os anos PSDB, com Fernando Henrique Cardoso, e os do petismo no poder. Enquanto Aécio exaltava o Plano Real e estabilidade econômica, Dilma erguia a bandeira as conquistas sociais, como a redução de desigualdade. Aécio chegou a pedir para Dilma parar de “olhar no retrovisor” e discutir propostas. A petista também aproveitou para atacar Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central e ministro da Fazenda em um eventual governo tucano. O controle da inflação foi usado pelos dois candidatos para ataques mútuos. Dilma prometeu segurar o índice em 6,5%, e Aécio afirmou que a taxa está descontrolada. A candidata do PT também insistiu na derrota de Aécio em sua terra, Minas Gerais, que governou por oito anos. Aécio, por sua vez, lembrou que deixou o posto com 92% de aprovação. Para garantir que não pretende acabar com os programas sociais, Aécio citou dois dos mais famosos para prometer melhorias no Bolsa Família e no Pronatec. A paternidade do primeiro chegou a ser disputada entre os dois em determinado momento do debate. Aécio defendeu a tese de que o Bolsa Escola, de “DNA tucano”, serviu de base para o Bolsa Família: “O programa tem como pai Fernando Henrique Cardoso e mãe, dona Ruth”. Dilma reagia com ironia e citava mais números: “O Bolsa Escola atendia 5 milhões de pessoas, enquanto o Bolsa Família é para 50 milhões”.

debate

Caso de corrupção na Petrobras também foi lembrado no debate

O caso de corrupção na Petrobras também foi lembrado por Aécio. Dilma, por sua vez, citou a construção do aeroporto no terreno de um tio do tucano, na cidade de Cláudio (MG). Neste momento, ambos se acusaram mutuamente de serem levianos e de mentirem. Em um momento de nítida irritação de Dilma, a petista enumerou vários escândalos tucanos, como o do suposto cartel do metrô de São Paulo e até outros mais antigos, como o da polêmica aprovação da emenda da reeleição, no governo de Fernando Henrique e o caso Sivam. “Ninguém foi preso”, cobrou Dilma. Ao acusar Aécio de desviar R$ 7,6 bilhões da saúde em Minas Gerais, o tucano chamou a petista de “desinformada”. Em resposta, Dilma sugeriu que as pessoas consultassem o site do Tribunal de Contas mineiro, que comprovaria a irregularidade. Em um dos momentos em que a plateia reagiu de forma mais ruidosa, Aécio disse receber pedidos na rua para que ele “liberte” as pessoas do PT. Os petistas chegaram a ensaiar uma vaia no estúdio. Nas considerações finais, Aécio agradeceu o apoio da família de Eduardo Campos e de Marina Silva. Motivado pelas derrotas que teve no Nordeste, o tucano prometeu fazer um governo “para todos” e não do “nós e ele”. O candidato foi muito aplaudido pela ala tucana presente no estúdio. Já Dilma convidou os eleitores indecisos a uma reflexão sobre a capacidade de cada candidato: “Quem pode garantir o que conquistamos e avançar?”. Questionou a petista, que encerrou sua fala pedindo “humildemente” os votos dos brasileiros. Antes mesmo de encerrar suas considerações finais, Dilma também foi efusivamente aplaudida pelos petistas, que chegaram a gritar o nome da candidata.

debate

“Ivan entendeu que os assuenses escolheram nosso projeto”, afirma Robinson

ivan robinson “Um líder saber ouvir as pessoas, sabe respeitar a escolha dos seus eleitores e Ivan entendeu que os assuenses escolheram o nosso projeto para o Governo. O seu lugar é aqui, ao lado do povo. No time do 55, da coragem, do trabalho e da vitória”, declarou Robinson durante agradecimento ao apoio do prefeito Ivan Júnior (Pros) em Assú nesta terça-feira (14). A declaração de Robinson é confirmada pelos números da eleição do primeiro turno no Rio Grande do Norte em que Robinson alcançou a votação em Assú de 13.809 votos o que representa 50,63% dos votos válidos. Durante a reunião com o grupo de apoiadores, Robinson agradeceu o apoio dos assuenses e reafirmou o compromisso de trabalhar por melhorias nos serviços públicos e projetos para o Vale do Açu. “Vamos reestruturar o hospital regional, ampliar as oportunidades de desenvolvimento econômico e novos empregos, além de projetos de segurança pública para garantir proteção a população”, destacou.

Eleições 2014

Pesquisa mostra Aécio com 57% e Dilma 43% das intenções de voto em MG

Pesquisa de intenção de votos para à Presidência mostra que o tucano Aécio Neves está na frente na corrida em Minas Gerais. De acordo com o Instituto Veritá, o tucano superou a petista e reverteu o quadro do primeiro turno, quando ficou na segunda posição. Segundo o levantamento divulgado nesta terça-feira, Aécio tem 57% e Dilma 43% dos votos válidos. No levantamento nacional o tucano tem 54,8% dos votos válidos, contra 45,2 da petista. A margem de erro é de 1,4 pontos percentuais, para mais ou para menos. Se inseridos os que manifestaram intenção de votar em branco ou nulo, que somam 7%, e os que não souberam ou não responderam, que totalizam 5,8%, Aécio fica com 47,8% e Dilma com 39,4%. De acordo com o Instituto Veritá, foram ouvidos 5.165 eleitores, entre os dias 06 e 08 de outubro. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-01067/2014.

pesquisa

Getúlio Rêgo: “Henrique vai dar uma lapada em Robinson em Pau dos Ferros”

getulio henriqueAgora que o eleitor de Pau dos Ferros já sabe “quem é quem”, a vitória do candidato do PMDB, Henrique Alves, é iminente na principal cidade do Alto Oeste. Quem diz é o deputado estadual mais votado na região: Getúlio Rêgo. Em entrevista ao colunista Túlio Lemos, Getúlio Rêgo foi “no popular”: ““Primo, anote aí: Henrique vai dar uma lapada em Robinson lá dentro”, anunciou o deputado mais votado da região. A mudança de palanque do prefeito Fabrício Torquato não foi bem digerida pelo grupo de Getúlio Rêgo e Leonardo Rêgo. Torquato foi eleito com o apoio e o capital político do grupo de Getúlio. No primeiro turno, o grupo realizou consulta às bases e decidiu pelo apoio à Henrique. Mas o prefeito Torquato mudou de lado. “Na minha escola, você não aprendeu isso”, disse Getúlio a Fabrício Torquato, de acordo com a coluna de Túlio Lemos. Como se sabe, Getúlio Rego conseguiu uma votação expressiva na região que vem lhe concedendo mandatos sucessivos de deputado estadual. “O deputado estadual Getúlio Rêgo foi reeleito de maneira expressiva com os votos da região, principalmente. Ele teve mais votos que os candidatos ao Governo do Estado e isso demonstra o tamanho da confiança do eleitor da região no trabalho e na liderança de Getúlio.”, relata o ex-prefeito de Pau dos ferros, Leonardo Rêgo, filho de Getúlio.

Getúlio Rego

Hermano Morais afirma que peemedebistas vão abandonar Dilma e votar em Aécio Neves

hermano relatorA insatisfação com o PT, sobretudo com lideranças que atuam em favor da campanha do candidato do PSD a governador, Robinson Faria, está levando peemedebistas a apoiarem a candidatura de Aécio Neves (PSDB) a presidente da República. A informação foi dada hoje pelo deputado estadual reeleito Hermano Morais (PMDB). “Isso reflete no sentimento das pessoas que no primeiro turno já foram surpreendidas nas propagandas eleitorais e que agora no segundo turno têm demonstrado interesse em votar no candidato Aécio”, disse peemedebista, durante entrevista ao Jornal da Cidade, da FM 94. Hermano negou que o PMDB romperá com Dilma Rousseff (PT) e declarará apoio a Aécio Neves (PSDB) no Rio Grande do Norte. Segundo ele, isso não acontecerá porque o candidato do PMDB, Henrique Alves, atual presidente da Câmara dos Deputados, “já tem demonstrado a sua correção e também a sua fidelidade”. Segundo Hermano, o projeto nacional do PMDB pesa, uma vez que indica o atual vice-presidente da República, Michel Temer, como companheiro de chapa da presidente Dilma Rousseff (PT). “É um projeto nacional do PMDB que tem como candidato a vice Michel Temer, candidato da presidente Dilma”. Jornal de Hoje

Hermano Morais

Walter e Garbialdi reforçam palanque de Henrique

walter campanha O ministro Garibaldi Alves Filho (Previdência Social) e o deputado federal eleito Walter Alves reforçaram a campanha do candidato a governador Henrique Alves nesta segunda-feira (13). Os dois participaram das movimentações políticas em Natal, Lajes, Pedro Avelino e Afonso Bezerra. Walter agradeceu a votação que teve nessa campanha que o garantiu o mandato de deputado federal para a próxima legislatura e lembrou que Henrique é já possui serviços prestados no Rio Grande do Norte. “Henrique tem trabalho em todos os municípios potiguares. Ele foi o relator do Minha Casa, Minha Vida e foi o responsável por incluir os municípios com menos de 50 mil habitantes no projeto, beneficiando todos os municípios potiguares. Henrique tem serviço prestado e é o mais preparado para governar o Estado”, disse. A carreata em Natal tem a participação dos vereadores Júlia Arruda, Felipe Alves, Bertone Marinho, Chagas Catarino, Adão Eridan, Dickson Junior e Aroldo Alves. As movimentações na região Central tiveram a presença dos prefeitos: Benes Leocádio (PMDB), licenciado de Lajes; Sérgio Cadó (PMDB), de Pedro Avelino; Daniel Pereira (PMDB), de Fernando Pedroza; Suely Bezerra (PMDB), de Jardim de Angicos; Ceiça Lisboa (DEM), de Caiçara do Rio do Vento; e Lardejane Macedo (DEM), de Santana do Matos.

Eleições 2014

Rosalba garante voto nulo nas eleições

rosalba agua Durante sua passagem por Caicó, na manhã de hoje (14), a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) foi provocada por autoridades a comentar a disputa no segundo turno das eleições. Diante do prefeito Roberto Germano (PMDB), que a acompanhava nas visitas técnicas, Rosalba reforçou que não votará em Henrique Alves (PMDB) ou Robinson Faria (PSD). É voto nulo.

Rosalba Ciarlini

Mantida propaganda de Aécio que cita declaração sobre troca de carne por ovos

Ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto durante Sessão do TSE.O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Tarcisio Vieira negou liminar em duas representações ajuizadas pela Coligação Com a Força do Povo e por sua candidata, Dilma Rousseff, contra propaganda do candidato Aécio Neves que cita declaração de integrante do governo sobre a população trocar a carne bovina por aves e ovos. A declaração é do secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland, e, de acordo com as representações, a campanha de Aécio Neves teria deturpado a fala publicada pelo jornal O Globo, ao simular diálogo de forma jocosa no sentido de que o governo tivesse mandado a população trocar a carne pelo ovo e que a culpa da inflação é de quem come carne. Esclarece que, na verdade, a sugestão do secretário foi para que “a população brasileira fique atenta à possibilidade de substituir produtos à mesa. As carnes subiram 3,17% no mês passado. Há uma série de outros produtos substitutos como frango, ovos e aves que vêm apresentando comportamento benigno neste ano”. “A mistura de uma inverdade sabida com o tom jocosamente perigoso merece, não apenas a reprovação ética do debate, mas, principalmente, a reprimenda rápida e enérgica da Justiça Eleitoral”, sustentam.

Eleições 2014

Ex-aliado de Henrique, prefeito de Assú anuncia apoio a Robinson

ivan robinson Descontente com o aliado no primeiro turno, o candidato Henrique Alves (PMDB), o prefeito de Assú, Ivan Júnior (Pros) anuncia apoio ao candidato Robinson Faria (PSD). Ivan justificou o apoio a Robinson por acreditar no projeto dele para o Rio Grande do Norte. “Robinson tem projetos para o Vale do Açu e sempre foi nosso parceiro. Decidimos apoiá-lo porque ouvimos o povo e eles querem Robinson no Governo. Robinson representa a renovação, a eficiência no serviço público, o gestor que o nosso Estado precisa”, destacou. No primeiro turno a votação de Robinson em Assú foi de 13.809 votos o que representa 50,63% dos votos válidos. A diferença para o segundo colocado, o candidato do PMDB foi de quase dois mil votos. Ivan apoiou a candidatura da senadora eleita Fátima Bezerra (PT) que teve 19.674 votos, do deputado federal reeleito Fábio Faria (PSD) que também venceu em Assú com 10.265 votos que representa 33,46% dos votos.

Ivan Júnior

Vivaldo reúne lideranças caicoenses, pede empenho e reafirma compromisso de eleger Henrique

joao henrique vivaldo O deputado Vivaldo Costa (PROS) esteve reunido, na noite desta segunda-feira (13), com suplentes, lideranças, amigos e representantes de vários bairros de Caicó. O Papa Jerimum pediu empenho de todos na campanha de Henrique governador. Apresentando seu pensamento e reafirmando o compromisso em eleger e lutar pela candidatura de Henrique, Vivaldo orientou a todos para ir à luta em busca de novos apoios e dos indecisos. “Nosso empenho e compromisso é eleger Henrique Alves e João Maia para o governo do estado. É o melhor para o Seridó, para o Rio Grande do Norte. Henrique tem se comprometido com nossas ideias e tenho certeza que fará um grande governo. Os amigos e seguidores da bandeira vermelha irão acompanhar a decisão de continuar votando em Henrique”, contou Vivaldo.

Vivaldo Costa

Ivan diz que não estará mais com Henrique, mas não confirma apoio a Robinson

Em decorrência de divergências políticas locais, o prefeito de Assú, Ivan Júnior, disse que não integra mais a campanha do candidato ao governo pelo PMDB, Henrique Alves. Contudo, não disse na carta se apoiará o oponente do peemedebista, Robinson Faria (PSD). Será que Ivan adotará uma posição de neutralidade. Leia a carta de Ivan Junior mais abaixo.

Ivan Júnior: “Não vejo mais como contribuir com o projeto de Henrique”

ivan henrique O prefeito de Assú, Ivan Júnior, divulgou carta à população em que fala do momento político vivenciado no primeiro turno e a decisão tomada por ele em relação ao segundo turno. Confira: “Ao povo do Assú e do Rio Grande do Norte As primeiras palavras sugerem que façamos um agradecimento de coração ao povo do Assú pelos votos depositados neste pleito nos candidatos Ricardo Motta (deputado estadual), Fábio Faria (deputado federal), Fátima Bezerra (senadora) que desde o primeiro momento eleitoral faziam parte do nosso projeto político. Com destaque, faço um agradecimento à votação confirmada pelos meus conterrâneos ao candidato a governador Henrique Eduardo Alves (PMDB). Como se sabe, quando a campanha foi iniciada não tínhamos tomado ainda a decisão pelo candidato, o que só veio a se confirmar no desenrolar do processo. E tivemos muita alegria em ver nosso grupo político (vereadores, suplentes e demais lideranças) que, em parte, resistia a esse voto, no final, absolutamente unido. Da mesma forma, vimos às pessoas se manifestando publicamente como parte do nosso projeto de apoiar Henrique Eduardo Alves. Não foram poucas as pessoas que ao longo da caminhada aderiram a esse projeto e respaldaram a nossa decisão. Henrique somou em Assú 12.003 votos, ou 44,01% dos votos válidos, uma marca que o próprio candidato sabe que foi construída com valentia. O território em Assú era dos mais áridos para o seu projeto político, do contrário, Henrique não teria buscado o engajamento do nosso grupo político na sua campanha. Bastaria o apoio do grupo do deputado George Soares, ligado politicamente ao seu vice João Maia. Na campanha do primeiro turno em Assú, nem todos fizeram a sua parcela. Sei que nosso grupo fez a sua parte, apesar de no decorrer do processo ter tido de atravessar os mais diversos atropelos. Mesmo assim, superamos as divergências e esquecemos as querelas da política local, tanto que no resultado das urnas enviei os parabéns numa rádio local ao deputado estadual reeleito George Soares e, posteriormente, telefonei para o mesmo reforçando os parabéns e estendendo a palavra na direção da união, do fortalecimento e do envolvimento que deveríamos ter no segundo turno a favor da campanha do candidato Henrique Eduardo Alves. No entanto, fui surpreendido no final de semana com a velha guerra política que adora entrar na arena do processo sucessório de maneira antecipada, ou seja, querer pensar em uma eleição antes que a outra termine. O sentimento de mesmice invadiu a alma do deputado George Soares que depois de eleito busca evitar a nossa presença ao lado do candidato Henrique e, para isso, ele próprio não tem feito outra coisa que não seja sair apagando todas as luzes que iluminaram o caminho entre Ivan Júnior e Henrique Eduardo Alves no primeiro turno. Sob esse prisma, o deputado quebrou a chama cívica e apequenou-se distribuindo pela rede social ataques raivosos e ásperas palavras contra mim, num clima de plena guerra. É pena que a batalha de 2016 esteja sendo antecipada pelo deputado e receba da parte do candidato Henrique, o silêncio. Portanto, sinto que o debate de horizontes que traçamos para a campanha de 2014 foi quebrado, de forma que não vejo mais como contribuir no projeto de sua candidatura para o governo do Rio Grande do Norte”.

Ivan Júnior

Último debate entre Henrique e Robinson será no dia 23

Depois do debate na Band Natal, o último encontro televiso entre os candidatos Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD) será no próximo dia 23, na Inter TV Cabugi, e terá duração de 50 minutos. TV Ponta Negra e a Tropical tiveram que desistir da ideia de promover os seus debates, já que as assessorias dos candidatos alegaram falta de tempo.

debate

Prefeito de Lajes denuncia perseguição política do governo por não apoiar aliado de Rosalba

henrique lages O prefeito de Lajes, Benes Leocádio, denunciou que está sendo vítima de perseguição política por parte do Governo do Estado por apoiar Henrique Alves (PMDB), candidato de oposição a Rosalba Ciarlini que venceu o primeiro turno com quase 80 mil votos de vantagem sobre o segundo colocado, conquistando mais de 50% dos votos no município. Nesta segunda-feira (13), durante campanha de Henrique Alves e aliados em municípios da região Central – além de Lajes, visitou Pedro Avelino e Afonso Bezerra, o prefeito disse que o governo não está repassando o dinheiro – descumprindo decisão judicial – para o funcionamento do hospital e maternidade Aluízio Alves, referência na região. A dívida já chega a R$ 100 mil (R$ 50 mil mensais). “Eu sei das brigas, intrigas e perseguições que um prefeito sofre quando não apóia o candidato do governo. Faz dois meses que o Estado deixa de cumprir o repasse ao hospital maternidade. Me ajudem a dar essa resposta, a dar o troco. O candidato do outro lado (Robinson Faria) tem apoio dessas pessoas que não querem o bem de Lajes”, afirmou Benes Leocádio, que chegou a falar com o secretário de Saúde e tinha a expectativa de regularizar a situação nesta terça-feira (14).

Eleições 2014

Lula vem pedir voto pessoalmente para Robinson

lula robinson Mais do que gravar vídeo, o ex-presidente vem pessoalmente a Natal pedir voto para o candidato ao governo pelo PSD, Robinson Faria. Primeiro o grão-petista vai ao Acre e Pernambuco. E ainda mandou avisar que vem ao Rio Grande do Norte, Ceará, Mato Grosso do Sul e Paraná, aonde vai se empenhar para eleger seus candidatos.

Lula

PT não elege deputados federais no RN e mais cinco estados

Fátima venceu para o Senado, mas o PT não renovou cadeira na Câmara
Fátima venceu para o Senado, mas o PT não renovou a cadeira na Câmara
O resultado das urnas deixou para o PT uma série de marcas negativas na formação da bancada da Câmara dos Deputados. Além da queda no número de parlamentares eleitos desde 2010 e da diminuição na quantidade de votos, a legenda viu sua capilaridade nos estados diminuir a um padrão comum aos tempos em que era oposição. Entre 2002 e 2010, os deputados petistas representavam quase todo o país. Mas, nas eleições deste ano, o PT não foi capaz de eleger um único deputado em seis estados da federação. As populações de Amazonas, Pernambuco, Roraima, Rondônia, Rio Grande do Norte e Tocantins rejeitaram todas as opções apresentadas pelo partido do ex-presidente Lula para a Câmara Federal. Em tempo: a vaga petista no Rio Grande do Norte pertencia à deputa Fátima Bezerra, mas com a sua eleição para o Senado o partido não conseguiu manter a cadeira na Câmara.

PT

José Dias afirma: “Henrique é o dono do PMDB e quer ser dono do RN”

jose dias entrevista O autoritarismo do presidente do PMDB Henrique Alves foi criticado pelo deputado estadual reeleito José Dias (PSD) em entrevista a TV União nesta segunda-feira (13). José Dias foi filiado ao PMDB por 26 anos. “O dono do PMDB é Henrique. Ele não é líder do partido, não é presidente: é o dono. Trata todo mundo com superioridade e quer fazer isso com o Rio Grande do Norte”, apontou o deputado. José Dias contou que saiu do partido porque Henrique trata os correligionários de forma inadequada e em regime de escravidão. “Eu não sou vassalo. A época da escravidão já acabou e na política, estamos todos livres para escolher o que é melhor para o Rio Grande do Norte e o melhor é Robinson no Governo”, destacou. Sobre as críticas a atuação de Robinson como secretário de Recursos Hídricos, José Dias defendeu. “Quando Robinson assumiu a secretaria a primeira ação dele foi dar andamento aos projetos e ações que estavam parados e infelizmente na época a Secretaria de Planejamento não liberou os recursos para a Secretaria”, justificou.

José Dias

Garibaldi e Walter Alves acompanham Henrique à região Central

garibaldi central A região Central recebeu ontem (13) a visita do candidato do PMDB ao governo do Rio Grande do Norte, Henrique Eduardo Alves, que esteve na companhia do ministro da Previdência, Garibaldi Filho, coordenador da campanha neste segundo turno, e do deputado federal eleito Walter Alves (PMDB). No primeiro compromisso, em Lajes, a Caravana da Mudança foi recebida pelo prefeito licenciado, o peemedebista Benes Leocádio. Presentes também prefeitos apoiadores de municípios vizinhos, como Daniel Pereira (PMDB) de Fernando Pedroza, Ceiça Lisboa (DEM) de Caiçara do Rio do Vento e Lardejane Macedo (DEM) de Santana do Matos. Já em Pedro Avelino, o grupo foi recebido pelo prefeito Sérgio Cadó (PMDB), que preparou uma caminhada pelas principais ruas do município culminando com um comício-relâmpago em frente ao mercado central. Por último, foi a vez de Afonso Bezerra receber o deputado Henrique Alves e demais aliados. Durante os discursos, tanto Henrique quanto Walter agradeceram pela votação recebida, mas pediram ainda mais empenho para a conquista do voto de confiança para a concretização do projeto da Coligação União pela Mudança. “Já ganhamos em várias cidades da região Central. Mas precisamos ampliar ainda mais essa vitória. É preciso fazer mais, é preciso ir atrás de cada voto, principalmente daqueles que estão indecisos. Henrique é o único candidato que reúne condições para enfrentar o grande desafio que é governar o Rio Grande do Norte e colocá-lo de volta nos trilhos do desenvolvimento. A região Central pode ficar certa: Henrique vai retomar o programa do leite e investir do programa das adutoras, que foram programas que beneficiaram a população do RN por muito tempo”, reforçou Garibaldi.

Eleições 2014

Agenda dos candidatos ao governo RN para esta terça (14)

agenda dos candidatosConfira a agenda para esta terça-feira (14) dos candidatos ao governo do estado, em ordem alfabética: Henrique Alves (PMDB) 8h: Cumpre agenda como presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília. Robinson Faria (PSD) 10h: Caravana na Zona Leste de Natal. 15h: Caravana no conjunto Santarém, na Zona Norte de Natal. 19h: Carreata em João Câmara, na região do Mato Grande.

agenda, candidatos

Eleitores de Rosalba ainda não perdoaram Agripino

O presidente do DEM, senador José Agripino (DEM), esteve em Mossoró no final de semana, onde participou de reunião ao lado do seu candidato ao governo, Henrique Alves (PMDB). Nas mobilizações de rua ela ficou mais reservado na capital do Oeste, pois dizem que os eleitores de Rosalba Ciarlini (DEM) ainda não perdoaram Agripino pelo veto à reeleição da governadora.

José Agripino

“O PT prostituiu a classe política”, diz Roberto Jefferson

jeferson estado Na primeira entrevista desde que foi preso, o ex-deputado Roberto Jefferson, 61, afirmou à Folha que o escândalo da Petrobras é o “epílogo do mensalão”, que ele denunciou ao jornal em 2005. O petebista diz que os dois casos tiveram a mesma motivação: financiar o “projeto do PT para se perpetuar no poder”. “O mensalão foi o prefácio. Agora o Brasil está lendo o epílogo”, afirma. Jefferson acusa a presidente Dilma Rousseff (PT) de encobrir corruptos para preservar seu partido e compara o aliado Aécio Neves (PSDB) ao lutador vivido no cinema por Sylvester Stallone. “É o Aécio Balboa. Apanhou nove assaltos e virou a luta no décimo”. O ex-deputado, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no mensalão, recebeu a Folha nesta segunda (13) no escritório de advocacia em que começou a trabalhar. Às 18h30, voltaria à prisão em Niterói (RJ). Ele quer mudar para o regime aberto daqui a seis meses e já sonha em retornar ao Congresso em 2022, quando recuperar os direitos políticos. “Eu voltarei”, promete. Folha – O senhor denunciou o mensalão no governo Lula. Como vê o escândalo da Petrobras? Roberto Jefferson – Se você reparar a data, isso vem lá do mensalão. É o financiamento de base, da estrutura da base do governo, para o PT se perpetuar no poder. O mensalão foi o começo da destruição do mito do PT. Esse caso da Petrobras consolida o que já vem de 2005. É o epílogo daquela história. O mensalão foi o prefácio, agora o Brasil está lendo o epílogo. O PT prostituiu a classe política. A Petrobras é a maior empresa do Brasil, uma das maiores do mundo. Isso é o pior assalto que nós já vimos. Pega governadores, senadores, a elite do Congresso. É uma bomba atômica. No ano que vem, vamos ver muitos processos de cassação.

Roberto Jefferson

PSB dá como certa a desfiliação de Marina Silva

Deu no Cláudio Humberto: marina CNBB Com a eleição de Carlos Siqueira na presidência do PSB, a cúpula do partido dá como certo que Marina Silva deixará o partido para retomar o Rede Sustentabilidade. Siqueira telefonou-lhe para tentar desfazer arestas e mágoas, mas ela não esquece: ao deixar a campanha após a morte de Eduardo Campos, Siqueira disse que a ex-senadora era “hospedeira” do PSB. Quis dizer “hóspede”, e ela entendeu a desfeita. ESTRANHA NO NINHO Marina se filiou ao PSB após o Rede ser barrada na Justiça, mas sempre deixou claro que se sentia apenas uma hóspede do partido.

Marina Silva

Francisco José Júnior diz que começa 2º turno com os pés no chão

francisco jose 55 Nada de salto alto. Esta foi a recomendação do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior durante reunião da Militância da Liberdade, realizada nesta segunda-feira, 13. O evento faz parte do calendário de atividades políticas do grupo do prefeito neste início de segundo turno para as campanhas estadual de Robinson Faria 55 e nacional de Dilma Rousseff 13. Focado no voto casado, o líder municipal do PSD disse que é hora de muito trabalho pé no chão. “Vamos conquistar os votos dos indecisos, dos que pensam em votar branco ou nulo e convidar os insatisfeitos do lado de lá para construirem com a gente essas duas grandes vitórias”, enfatizou.

Mossoró

Robinson diz que não terá problema com minoria na AL

robinson inter 2 Entrevistado no RN TV 2ª Edição, da InterTV Cabugi, na noite desta segunda-feira (13), o candidato ao Governo do Estado, Robinson Faria (PSD), explicou não ver problema em governar com a minoria de deputados na Assembleia Legislativa. A sua coligação, Liderados pelo Povo, elegeu seis deputados estaduais. “Não vejo problema nenhum em governar com a minoria na Assembleia. Até porque vamos enviar projetos de interesse da população. E o povo vai fiscalizar”, ressaltou Robinson. Com relação ao considerável percentual de eleitores que não votaram em nenhum candidato, escolheram branco ou nulo, em resposta à jornalista Emilly Virgílio, o candidato do PSD atribuiu o fato ao sentimento de desconfiança das pessoas com relação à classe política, mas acredita que no segundo turno será diferente. “O segundo turno esta mudando totalmente esse cenário. O percentual de quem não escolheu candidato vai diminuir de forma considerável. Não é só nosso Estado, em todo Brasil o sentimento de desconfiança com a classe politica, mais isso vai depurando”, ressaltou.

Robinson Faria

Robinson desconsidera apoio da classe política em entrevista para Inter TV

robinson inter Em entrevista ao programa RN TV Segunda Edição, da Inter TV Cabugi, o vice-governador Robinson Faria (PSD) descartou a participação da classe política no caso de um eventual governo. “Não farei acordo político e minha equipe será técnica”, disse Robinson, rejeitando apoio de lideranças como deputados, prefeitos e forças municipais. A jornalista Emmily Virgílio insistiu sobre o posicionamento de Robinson a respeito do apoio de Rosalba Ciarlini, que teve participação decisiva em Mossoró tendo como referência a eleição do seu sobrinho-afim, Betinho Rosado Segundo, como deputado federal, cumprimentado por Robinson em postagem no Instagram logo após as eleições. Robinson não respondeu à pergunta específica.

Robinson Faria

Vox Populi: Dilma e Aécio estão empatados

dilma aecio A pesquisa Vox Populi, divulgada nesta segunda-feira (13) pela TV Record, mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) com 45% dos votos totais contra 44% das intenções de voto do tucano Aécio Neves. Os votos nulos e brancos são 5%. Os indecisos são 5%. No quadro de votos válidos, Dilma tem 51% e Aécio tem 49%. A pesquisa ouviu 2 mil pessoas em 147 cidades no final de semana. A margem de erro é de 2 pontos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01079/2014. A última pesquisa Vox Populi divulgada no primeiro turno, um dia antes da votação, mostrava Dilma com 46% contra 41% de Aécio. Em relação à sondagem anterior, a candidata do PT havia variado dois pontos para baixo e o tucano, três pontos para cima. O levantamento do Vox Populi traz um recorte das intenções de voto pelas regiões do País. Aécio ganha no Sul e Sudeste, e Dilma vai melhor no Nordeste. No Centro-Oeste e Norte, os candidatos estão empatados. No Sul, o tucano tem 55% da preferência, contra 33% de Dilma — brancos/nulos são 4% e eleitores indecisos, 7%. No Sudeste, Aécio tem 51%, contra 36% de Dilma — brancos/nulos somam 7%, e eleitores indecisos são 6%. No Nordeste, Dilma tem 67% das intenções de voto, contra 26% do tucano. Os brancos e nulos na região são 4%, e os eleitores indecisos totalizam 3%. No Centro-Oeste e Norte, ambos os candidatos têm 45% das intenções de voto cada — brancos e nulos são 4%, e indecisos somam 6%. Desempenho da presidente O Vox Populi também quis saber a avaliação que os eleitores fazem da presidente Dilma Rousseff (PT). A avaliação positiva da petista chegou a 40% do total. Outros 37% consideram a presidente “regular” e, por fim, 22% fizeram avaliação negativa de Dilma e 1% não opinou.

Vox Populi