Categoria: Pesquisa

Pesquisadores da UFRN desenvolvem tecnologia mais rápida para tratamento de picadas

Com o tempo chuvoso, redobram-se os cuidados para evitar acidentes com animais peçonhentos, como serpentes e escorpiões, animais cuja picada injeta veneno que produz nas vítimas não só efeitos locais, que incluem dor, edema, hemorragia local e até necrose, como também efeitos sistêmicos, que incluem choque, distúrbios na coagulação sanguínea, alterações cardiovasculares e hematúria.

Cientista com larga atuação na área, Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa explica que a principal forma de combate é o soro antiveneno, amplamente disseminado na prática médica. Contudo, por sua natureza, o produto apresenta algumas limitações, tais como incapacidade de reverter efeitos locais, eficiência somente até determinado tempo após a picada, risco de reações imunológicas, difícil armazenamento e custo elevado. Pensando nisso, o cientista coordenou uma pesquisa que resultou em uma alternativa terapêutica para o tratamento de envenenamentos por animais peçonhentos.

“Sabemos de limitações do soro antiofídico quanto aos efeitos no local da picada, o que é um fato preocupante, uma vez que a falta de controle da progressão dos efeitos locais descritos pode resultar em sequelas permanentes, incluindo até amputações. Por causa disso, investimos esforços no desenvolvimento de formulações semissólidas – géis – com o objetivo de aplicar o produto diretamente no local da picada – o que acreditamos poder ser uma alternativa mais acessível e rápida de tratamento antiofídico que poderia, por exemplo, servir para que o paciente ganhe tempo até chegar ao centro de referência mais próximo – ou após a soroterapia como um complemento, para diminuir o risco de sequelas”, explicou o professor do Departamento de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

(mais…)

Pesquisa do poderData até Luciano Huck ganha de Bolsonaro. É pra rir ou pra chorar?

Pesquisa PoderData feita nesta semana (7-9.jun.2021) mostra que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Lula (PT) seguem em empate técnico para o 1º turno das eleições de 2022. O atual comandante do Planalto marca 33% no levantamento, contra 31% do petista. A diferença entre os 2 fica dentro da margem de erro do estudo, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Já em possível segundo turno o atual presidente perderia em 3 dos cenários testados pelo PoderData: com Lula (48% X 37%), com Luciano Huck (45% X 35%) e com Ciro Gomes (44% X 36%). Com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), a situação é de empate técnico, com ambos marcando 39%.

Posts Recentes

Posts Recentes

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Batata e os vigias

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, encaminhou nesta sexta-feira (12) Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo, que regulamenta o cargo de vigia do

Leia Mais

Vitória da mala

Uma mala cheia de dinheiro transformou Michel Temer no primeiro presidente do Brasil a ser denunciado no exercício do cargo. A acusação é forte, mas

Leia Mais

364 votos. Sei não…

Josias de Souza disse que, “além de registrar duas baixas na lista de deputados que se declaram a favor do impeachment — Clarissa Garotinho e

Leia Mais